No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Santos usa DNA ofensivo, elimina o Figueira e pega São Paulo na semifinal


Peixe vence time catarinense por 3 a 2, chega a 99 gols na temporada e agora tem clássico paulista pela frente. Time da Vila Belmiro busca o bicampeonato do torneio

Sabe aquela história de DNA ofensivo? Então, o Santos não se cansa de registrar números que comprovam que isso não é papo de boteco. Nesta quinta-feira, no Pacaembu, o Peixe venceu o Figueirense por 3 a 2, pela Copa do Brasil, chegou a 99 gols na temporada e avançou à semifinal do torneio com facilidade – já tinha vencido por 1 a 0 em Florianópolis. Agora, a parada promete ser mais dura. O adversário será o rival São Paulo.

As duas partidas da semifinal entre Santos e São Paulo serão disputadas nos dias 21 e 28 de outubro. Os locais e os mandantes na ida e na volta ainda não foram definidos.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Santos volta a campo no próximo domingo, às 16h. O desafio será contra o Fluminense, na Vila Belmiro. No mesmo dia e horário, o Figueirense vai até o Serra Dourada, em Goiânia, para encarar o Goiás, rival direto na luta contra o rebaixamento.

O jogo

Por conta da derrota em Florianópolis e da luta contra o rebaixamento no Brasileirão, o Figueira decidiu ir a campo com um time misto. E não é que mesmo nessas condições o time catarinense quase surpreendeu o Santos no Pacaembu logo aos cinco minutos. Após bom passe de Bruno Dybal, Thiago Santana iria ficar cara a cara com Vanderlei, mas se atrapalhou com a bola.

O susto acordou o Santos. E sob a batuta de Gabriel, o Peixe abriu 2 a 0. Aos 20, Gabriel recebeu linda assistência de Marquinhos Gabriel e tocou por debaixo das pernas do goleiro Felipe. Aos 28, Gabriel retribuiu em grande estilo. Deu cruzamento de três dedos para o meia fazer de cabeça. Ricardo Oliveira, que participou do lance tentando cabecear, estava impedido.


Abatido, o Figueirense ainda encontrou forças para deixar sua marca no primeiro tempo. Após cobrança de escanteio da esquerda, Bruno Alves, de cabeça, diminuiu para os visitantes.

Na volta para o segundo tempo, o discurso do Figueirense era de largar mão da marcação e ir para o ataque em busca da virada. Durou pouco. Logo aos dois minutos, após cruzamento de Daniel Guedes da direita, Neto Berola ampliou de cabeça: 3 a 1. A classificação à semifinal ficou ainda mais perto do Santos e muito distantes dos catarinenses, que precisariam de três gols.

Mas o Figueira não se entregou facilmente. Manteve a postura de tentar pressionar o Santos e criou boas oportunidades. Só que faltou pontaria para levar mais perigo. A missão era duríssima mesmo. Um esboço de reação veio tarde demais. Carlos Alberto fez o segundo do Figueira aos 41 minutos. Mas a vaga na semifinal ficou com o Santos, que terá clássico paulista pela frente.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: