No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Mesmo com Nilmar, Santos promete "honrar" Ricardo Oliveira com renovação



Há quem aposte entre os torcedores que o atacante Ricardo Oliveira deixará o Santos após a contratação de Nilmar, que fechou com o clube até o fim da próxima temporada. Não é verdade. Mesmo após a chegada do reforço, a diretoria santista pretende renovar o contrato do jogador, que acaba em dezembro, por mais uma temporada. 

Os dirigentes consideram Ricardo Oliveira um ídolo do clube. Além disso, ressaltam nos bastidores que pretendem "honrar" o jogador por sua atitude em 2015, quando aceitou voltar ao clube assinando um contrato de teste e recebendo um salário de cerca de R$ 30 mil mensais.

Outra vertente analisada pela cúpula alvinegra é a liderança do jogador no time. Diretoria e comissão técnica sentem a falta da postura do atleta, que não atua há mais de um mês por conta de lesão no tornozelo. Neste período, o atacante de 37 anos também sofreu uma pneumonia.

Internamente, os profissionais do clube acreditam que Renato, apesar da experiência, não substitui Ricardo Oliveira quando o assunto é liderança. Eles alegam que o volante é muito introvertido e fala pouco dentro de campo.

Já Ricardo Oliveira fica à frente do time dentro e fora de campo. Além da experiência no futebol, o jogador é pastor de diversos atletas no clube. Por conta disso, os jogadores ouvem bastante os conselhos do camisa 9. Daniel Guedes, autor do gol da vitória contra o Atlético-MG, por exemplo, permaneceu no clube após ouvir o companheiro que o orienta.

Para a diretoria santista, Ricardo Oliveira e Nilmar também podem atuar juntos na equipe titular. Eles acreditam que o novo reforço, ex-Corinthians e Internacional, pode atuar pelos lados do campo no ataque, enquanto Ricardo Oliveira ficaria com a função de centroavante. Vale ressaltar que o titular da posição atualmente é Kayke.

Em sua apresentação, Nilmar se esquivou da concorrência com Ricardo Oliveira e se colocou à disposição para atuar ao lado do capitão santista.

"Minha característica é velocidade. Eu me adapto fácil. Já joguei pelo lado, centroavante e até no meio. Já joguei nessas funções e não vejo dificuldade. Estando bem condicionado, consigo fazer", disse Nilmar em sua apresentação no clube.

"Sempre houve briga sadia por posição. Quem ganha é o Santos. Cada um vai buscar o seu espaço. O professor Levir vai ter muitas opções. Espero que todos continuem no nível alto e que eu possa brigar também", completou.

A renovação contratual de Ricardo Oliveira ainda não foi assinada devido ao tempo de contrato. O clube paulista oferece um novo contrato até o fim de 2018, mas o estafe do centroavante pediu mais dois anos de contrato. Uol

Nenhum comentário: