No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 30 de julho de 2017

Empate impede Grêmio e Santos de diminuírem vantagem para a liderança


Em Porto Alegre, segundo e terceiro colocados ficam no 1 a 1 e não conseguem se aproximar do Corinthians na classificação do Campeonato Brasileiro

Tudo igual para Grêmio e Santos na noite deste domingo, em Porto Alegre, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na briga direta entre os concorrentes pela liderança do torneio nacional, gaúchos e paulistas ficaram no 1 a 1, na arena gremista, e perderam chance de diminuir a vantagem para a primeira colocação.

Com mais presença ofensiva, o Grêmio tentou manter a posse de bola no campo de ataque, mas não conseguiu traduzir a pressão em gols. O primeiro do jogo, aliás, foi marcado pelos visitantes - David Braz abriu o placar de cabeça, aos 44 minutos do primeiro tempo. A festa dos alvinegros durou apenas dois minutos, já que no lance seguinte Fernandinho empatou e deu números finais ao marcador. O fim de jogo teve direito a confusão, discussões e expulsão.

O resultado manteve Grêmio e Santos nas segunda e terceira posições, agora com 33 e 31 pontos respectivamente. Como o Corinthians empatou com o Flamengo, a diferença para o primeiro colocado continua a mesma.

Os dois times voltam a jogar na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). O Santos recebe o Flamengo no Pacaembu, numa revanche da eliminação na Copa do Brasil, na semana passada. Já o Grêmio encara o lanterna Atlético-GO, em Goiânia.

Grêmio e Santos empatam em Porto Alegre (Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital)

O jogo

Com o empate do Corinthians com o Flamengo, gremistas e santistas entraram em campo em Porto Alegre com chance de diminuir a vantagem para a liderança. Vice-líderes do torneio, os gaúchos foram ao ataque e tentaram pressionar os paulistas durante grande parte da primeira etapa. Em um jogo com direito a disputas mais duras e reclamações, o time de Renato Portaluppi trabalhou mais a bola no campo de ataque, mas foi o Santos quem saiu em vantagem aos 44 minutos.

Após cobrança de escanteio, Bruno Henrique desviou na primeira trave e encontrou David Braz em boas condições para completar de cabeça para o gol livre. O problema para os alvinegros foi o curto tempo de comemoração: dois minutos depois, Fernandinho, também de cabeça, aproveitou rebote de boa defesa de Vanderlei e deixou tudo igual na arena gremista.

Na segunda etapa, o mesmo ritmo: gremistas pressionando, mas não conseguindo manter um padrão ofensivo que não levasse perigo constante ao gol defendido por Vanderlei, e santistas preocupados em segurar as investidas do adversário e buscar um contra-ataque que não veio. No fim, com direito a confusão entre as duas equipes e expulsão de Edilson, o resultado acabou sendo comemorada pelo líder Corinthians, que viu sua vantagem na primeira colocação ser mantida por mais uma rodada.

Nenhum comentário: