No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Santos tem campanha de campeão após estreia na Liberta: "A evolução é grande"


Desde a partida contra o Sporting Cristal no Peru, em que o Peixe voltou a ter força máxima, o aproveitamento é de 74%. Palmeiras obteve 70% dos pontos no título brasileiro de 2016

Depois de um início de temporada irregular, o Santos embalou e dá sinais de que reencontrou o bom futebol apresentado em 2016, na campanha do vice-campeonato brasileiro.

O Peixe sofreu com os desfalques de Ricardo Oliveira, Renato, Lucas Lima, Vanderlei e David Braz nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista, e a história começou a mudar desde Dorival Júnior que passou a contar com todo o elenco à disposição: foi no empate por 1 a 1 com o Sporting Cristal, no Peru, pela estreia na Libertadores.

Nas últimas 13 partidas, o Alvinegro teve nove vitórias, dois empates e duas derrotas, um aproveitamento de 74,3%. O Palmeiras campeão brasileiro de 2016 teve 70% dos pontos.

O técnico destaca a retomada de confiança do elenco e percebe que o time aprendeu a sofrer, sendo defensivo e apostando nos contra-ataques quando necessário, sem perder as principais características: a posse de bola e a rápida transição.


Arrancada do Santos anima o técnico Dorival Júnior (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

– Estamos sentindo uma evolução grande a cada rodada, readquirindo a confiança. Temos trabalhado muito isso, que era o que mais nos preocupava. Sentimos uma mudança na postura da equipe, que acredita a cada dia mais. Aprendemos a sofrer um pouco mais dentro de uma partida, termos a paciência necessária para inverter o processo a e a forma como a partida se joga. É o maior ganho em todo esse momento, talvez com a instabilidade a equipe criou uma nova situação. Temos transição rápida, posse, mas estamos aprendendo a trabalhar mais no nosso campo de defesa, com marcação mais forte e agressiva. Isso tudo foi desenvolvido com trabalhos e espero que cresçamos daqui para frente, com a consolidação da equipe e a maturidade encontrada – analisa o técnico Dorival Júnior.

O comandante santista ainda comenta a disputa por posição no grupo. Com quase todos à disposição e os titulares em bom ritmo, a concorrência faz a produção aumentar.

– (A melhora) não é só pelo retorno dos principais jogadores, mas também porque os que ficaram fora em janeiro e fevereiro conseguiram adquirir uma forma melhor, entraram em um ritmo de competição. E esse foi o principal ganho. Com o lenco à disposição, vem a disputa saudável por por posições e há o crescimento. E aí se readquire o bom futebol jogado no ano anterior. E os resultados voltaram a acontecer – completou Dorival.

Dos considerados titulares, Zeca está em fase final de recuperação de lesão no menisco do joelho esquerdo e tem chance de retornar contra o The Strongest na próxima quarta-feira, pela Libertadores. David Braz teve um estiramento leve e deve voltar também em La Paz, na Bolívia. GE

Nenhum comentário: