No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Projeto Libertadores: Santos quer mais cinco jogadores ‘cascudos’


Após quatro anos, o Santos está de volta à Copa Libertadores da América. Longe da competição continental desde 2012, quando foi eliminado na semifinal pelo rival Corinthians, o Peixe quer vir com força total na próxima temporada para levantar o caneco pela quarta vez em sua história. E para isso, a cúpula santista pretende buscar atletas que se encaixem no perfil procurado para o torneio.

Segundo a diretoria, os ‘jogadores de Liberta’ precisam ter experiência internacional, serem raçudos e ainda custarem um investimento considerado justo. A prioridade, que era trazer um zagueiro ‘de nome’, já foi concretizada na última terça-feira, após o acerto com Cleber. O defensor, inclusive, já desembarcou no Brasil e deve fazer exames médicos no CT Rei Pelé até esta sexta-feira, quando irá assinar o contrato de quatros anos.

Após a contratação de Cleber, o Peixe pretendia correr atrás de mais um zagueiro e outros dois atacantes de lado de campo. Porém, temendo a saída de Lucas Lima, que recebeu nova proposta da China, o clube quer buscar um meia de criação e irá jogar suas últimas fichas por Alejandro Guerra.

Apesar do Palmeiras ter assumido a dianteira e estar muito próximo de fechar com o venezuelano, o Santos ainda não desistiu do negócio e deve retomar as conversas com o Atlético Nacional nos próximos dias, aproveitando que os colombianos foram eliminados do Mundial de Clubes após derrota por 3 a 0 para o Kashima Antlers, nesta quarta-feira.

A ideia é tentar convencer Guerra a desembarcar na Vila Belmiro, mostrando que ele pode ser protagonista no Peixe e será apenas mais uma opção caso feche com o Verdão. O meia Cazares, do Atlético-MG, também está no radar do alvinegro. A diretoria, porém, admite que o acerto com o Galo deve ser difícil.

O planejamento santista ainda inclui a chegada de um atacante para ser o substituto imediato de Ricardo Oliveira. Orlando Berrío, também do Atlético Nacional, é o alvo principal para a posição, pois ele pode atuar tanto centralizado como pelas pontas. O Santos já demonstrou interesse no jogador, mas se assustou com o valor pedido, que foi de US$ 5 milhões (cerca de R$ 17 milhões). Os santistas querem abaixar a quantia e dividi-la em parcelas mensais.

Nos últimos dois meses, o alvinegro também confirmou as contratações do atacante Vladimir Hernández, do Junior Barranquilla, da Colômbia, e do lateral-direito Matheus Ribeiro, do Atlético-GO. A ideia é ‘fechar’ o elenco antes do início da pré-temporada, em janeiro. Gazeta Esportiva

Nenhum comentário: