No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Inter volta a vencer após 14 jogos e sai do Z-4; Santos reclama da arbitragem


Ricardo Oliveira abre o placar, mas Seijas e Aylon decretam a vitória no Beira-Rio. Equipe paulista ainda teve Lucas Lima expulso, em lance que gerou reclamação

Durou quase uma eternidade. Quatorze partidas ou quase um turno inteiro do Brasileirão.Na noite desta quinta-feira, o Inter afastou a "zica" e conseguiu reencontrar a vitória pela competição nacional em um jogo que gerou muita discussão em torno da arbitragem. Com um a mais em campo, superou o Santos por 2 a 1, de virada, no Beira-Rio e volta a respirar aliviado fora do Z-4. 

O confronto, no entanto, teve muita reclamação por parte do Peixe. Lucas Lima recebeu dois amarelos por retardar o jogo e acabou expulso no final do primeiro tempo. Na partida, Ricardo Oliveira abriu o marcador, enquanto Seijas deixou tudo igual. Com um a mais, Aylon estufou as redes de peito, enquanto ainda salvaria o time gaúcho no final da partida, ao afastar bola em cima da linha. 


Aylon marcou o gol da vitória (Foto: Ricardo Duarte / Internacional / Divulgação)

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, às 16h. Com a vitória, o Inter salta três posições e fica em 15º, com 27 pontos. Voltará a campo contra o Atlético-PR, em Curitiba. Enquanto o Santos recebe o Corinthians na Vila Belmiro. O Peixe é quinto, com 36.

O primeiro lance do jogo causou apreensão. Em uma disputa pelo alto com Ricardo Oliveira, Paulão e Ernando se chocaram de cabeça. O primeiro levou a pior e já caiu no gramado desacordado. Sem chances de continuar, o zagueiro precisou ser substituído por Eduardo.

Com a bola rolando, o Inter foi para cima, e Nico López teve duas chances. Na primeira, Vanderlei defendeu. Na segunda, mandou por cima. Aos 14, o Santos chegou em cobrança de falta de Lucas Lima que Gustavo Henrique cabeceou para fora. Na resposta colorada, Ernando mandou uma bomba após rebote da defesa e quase abriu o placar aos 22.

Um erro de Geferson, porém, traiu o Inter. Aos 27, ele saiu jogando errado e entregou a bola nos pés de Ricardo Oliveira. O centroavante dominou e chutou com a perna esquerda no canto de Danilo Fernandes, sem nenhuma chance. Com a vantagem, o Santos passou a controlar o time de Celso Roth, que sentiu o baque. A torcida, que estava inflamada desde o início, murchou.

Mas dois lances mudaram a história do duelo. Aos 41, Geferson passou para Seijas na entrada da área, o venezuelano bateu sem muita força, mas a bola desviou em Gustavo Henrique e enganou Vanderlei. Era o empate colorado.


Lucas Lima é expulso contra o Inter (Foto: Pedro H. Tesch/Eleven/Estadão Conteúdo)

Na sequência, Lucas Lima, que já havia recebido amarelo por retardar a cobrança de uma falta, demorou para cobrar um escanteio, no entendimento do árbitro Rodrigo Raposo, recebeu o segundo cartão e foi expulso. Os santistas explodiram no banco de reservas. Já fora de campo, o meia chorou.

No intervalo, Celso Roth trocou Anselmo por Eduardo Henrique como precaução, pois o volante já tinha amarelo pela quantidade de faltas cometidas. Com o empate e um jogador a mais, o Inter se aproveitou e apertou o Santos em seu campo. Aos oito, Nico López cabeceou sozinho, mas sem direção. 

A virada veio após uma blitz vermelha. Aos 15, Nico cruzou rasteiro para William finalizar e Vanderlei fazer ótima defesa. Na cobrança de escanteio, o goleiro santista fez outra boa intervenção após cabeçada de Valdívia. A bola subiu, e Aylon se posicionou em cima da linha para tocar com o peito e marcar o segundo gol. Nova explosão no Beira-Rio. Dessa vez, de alegria.

Com o resultado nas mãos, o Inter conduziu o jogo até o apito final que deu alívio ao torcedor e tirou a equipe da zona rebaixamento. O final da partida foi cheio de emoção. Aylon ainda afastou uma bola em cima da linha e evitou o gol de empate. 
Uol

Nenhum comentário: