No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Atento ao jogo aéreo do Inter, Santos tenta evitar cruzamentos na Vila

Time gaúcho é o segundo que mais utiliza cruza bolas para a área no Campeonato Brasileiro, e Peixe não tem Gustavo Henrique, que se destaca pelo alto

O Santos tem como objetivo vencer e abrir vantagem contra o Internacional nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Para isso, porém, vai ter de tomar muito cuidado com a bola aérea defensiva.

Isso porque o Colorado é o segundo time que mais cruza bolas na área do adversário no Campeonato Brasileiro, com 437 lançamentos (atrás apenas do Cruzeiro, com 439), e certamente vai abusar do chuveirinho na Vila, pela Copa do Brasil.

Para dificultar a situação do Peixe, Gustavo Henrique, que tem 1,96 m de altura e se destaca pelo alto, vai operar o joelho esquerdo após romper o ligamento cruzado e só volta em 2017. David Braz, de 1,87 m, vai formar a dupla de zaga com Luiz Felipe, de 1,88 m.

Para não sofrer por cima, Luiz Felipe quer que o Alvinegro evite os cruzamentos na origem das jogadas. Quando eles ocorrerem, é preciso se posicionar bem e conversar para não errar e afastar o perigo, receita o defensor.

Temos que estar bem postados dentro da área. Fechar bem e conversar para tirar o perigo"

Luiz Felipe, zagueiro do Santos

– Essa bola cruzada é o forte deles (Internacional). Temos que ficar espertos para não deixar (cruzarem). Se acontecer, temos que estar bem postados dentro da área. Fechar bem e conversar para tirar o perigo – explica o camisa 2.

Mesmo com 437 cruzamentos, o Inter só é o sexto time que mais cabeceia (65 vezes) no Brasileirão. O zagueiro Ernando, com 11 tentativas, é quem mais arrisca. O lateral William, que será poupado nesta quarta, é o maior cruzador (102). Seijas e Valdívia, que treinaram como titulares, vêm na sequência (56 e 54).

O Internacional venceu o Santos nos dois turnos do Brasileirão: 1 a 0 na Vila Belmiro e 2 a 1 no Beira-Rio. Em ambos os jogos, fez dois gols de cabeça, com Aylon. Em contrapartida, o Santos é a equipe que menos utiliza a jogada aérea no Brasileiro. São apenas 242 cruzamentos, quase 200 a menos que o Colorado.

Além de Gustavo Henrique, o Alvinegro também vai ter os desfalques de Vitor Bueno e Ricardo Oliveira, lesionados, e Jean Mota, que já disputou a Copa do Brasil pelo Fortaleza. Do outro lado, o Inter, que luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, vai poupar oito titulares.

Nenhum comentário: