No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 14 de agosto de 2016

Robinho é muito vaiado na Vila, passa em branco e Santos derrota Atlético-MG



O reencontro de Robinho com o Santos, pela primeira vez como adversário na Vila Belmiro, foi repleto de vaias e xingamentos. O ex-camisa 7 santista passou em branco e a equipe paulista venceu o Atlético-MG por 3 a 0, neste domingo, pela 20ª rodada da competição. Os gols foram marcados por Gustavo Henrique e o centroavante Ricardo Oliveira, duas vezes.

O ‘rei das pedaladas' foi hostilizado desde o momento em que pisou no gramado para o aquecimento. Durante a partida, cada vez que perdia a bola a torcida comemorava como se fosse um gol.

"Eu acho que torcedor pagou ingresso e tem todo direito de se manifestar como quer. Eu estou focado em ajudar o Galo. Não senti a pressão, já sabia que isso ia acontecer", disse o jogador ao Sportv, no intervalo da partida.

Robinho fez um primeiro tempo apagado, mas na volta do intervalo cresceu junto com a equipe mineira. Quase marcou de cabeça, mas o goleiro Vladimir salvou.

O atacante balançou as redes santistas com um toque por cima do arqueiro, mas foi anulado por impedimento. O jogador saiu aos 40 minutos da etapa final sob uma sonora vaia santista.

O resultado fez o time comandado por Dorival Jr. chegar aos 36 pontos e assumir a liderança provisória da competição. Com um ponto a menos, a equipe de Marcelo Oliveira quebrou a sequência de cinco vitórias na quinta colocação.


JOGO

Embalados pela torcida, os donos da casa partiram para o ataque. Aos 26 segundos de jogo, Copete fez ótima jogada e cruzou para o meio da área. Renato finalizou com um forte chute cruzado, mas o goleiro Victor fez boa defesa. Dois minutos depois, Victor Ferraz cruzou pela direita e a bola sobrou para Vitor Bueno, que chutou fraco.

O lado direito do ataque santista era o mais perigoso. Aos 10 minutos, Victor Ferraz chegou até a linha de fundo e cruzou. Ricardo Oliveira cabeceou no cantinho, mas o camisa 1 atleticano fez uma defesa complicada. Na cobrança de escanteio de Jean Mota, Gustavo Henrique subiu mais do que a zaga mineira para abrir o placar.

A equipe paulista seguia melhor no confronto e teve boa oportunidade aos 17 minutos com Ricardo Oliveira. Ele recebeu livre dentro da área, mas tentou cortar Leonardo Silva e acabou desarmado.

A primeira grande chance do atlético-MG aconteceu aos 34 minutos. Carlos Cesar cobrou escanteio, Lucas Pratto antecipou-se e desviou de cabeça, mas a bola tocou na trave.

Menos de um minuto depois, Ricardo Oliveira perdeu uma oportunidade incrível em contra-ataque. Ele arrancou livre no campo de ataque, driblou o goleiro Victor, mas Leonardo Silva conseguiu atrapalhar o artilheiro, que finalizou para fora.

Aos 39, Robinho recebeu na direita e inverte com Maicosuel, que dominou e chutou. A bola desviou em Renato e saiu à esquerda do gol.

As equipes voltaram do intervalo sem alterações. Logo antes do primeiro minuto, Vitor Bueno cruzou pela direita e Jean Mota mandou por cima.

Aos dois minutos, Maicosuel tocou pra Fred, que devolveu de calcanhar e o camisa 70 chutou mal.
A resposta veio um minuto depois. Léo Cittadini recebeu de Copete na esquerda e, meio sem ângulo, chutou forte, mas Victor espalmou.

O time mineiro teve duas grandes oportunidades em sequência, mas o goleiro Vladimir brilhou. Depois de tabela entre Maicosuel e Fred, o centroavante se livrou da marcação e concluiu, mas o arqueiro mandou para fora. Na cobrança de escanteio, Robinho cabeceou no cantinho, mas o substituto de Vanderlei fez bela defesa.

Apesar da pressão mineira, os donos da casa chegaram ao segundo gol. Aos 23 minutos, depois de outra cobrança de escanteio de Jean Mota, Ricardo Oliveira cabeceou no canto de Victor.

Antes do apito final do árbitro, a equipe santista ainad marcou seu terceiro gol. 
Em um rápido contra-ataque, Copete correu e tocou para Vitor Bueno. que deixou Ricardo Oliveira na cara do goleiro. Ele dominou a bola e chutou com categoria.

Na próxima rodada do Campeonato brasileiro, o Santos visitará o Coritiba no Couto Pereira, no próximo domingo (21.08), às 18h. No mesmo dia, o Atlético-MG receberá o Atlético-PR no estádio Independência, em Belo Horizonte, às 11h.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 14 de agosto de 2016 (domingo)

Horário: 16 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Henrique Correa (RJ - FIFA)
Assistentes: Luis Cláudio Regazone (RJ - ASP - FIFA) e Flávio Rodrigues de Souza (SP - ASP - FIFA).
Cartões amarelos:
SANTOS: Victor Ferraz, Luiz Felipe, Yuri e Gustavo Henrique
ATLÉTICO-MG: Victor, Fábio Santos, Rafael Carioca e Fred.

Gols:
SANTOS: Gustavo Henrique, aos 12 minutos do primeiro tempo. Ricardo Oliveira, aos 23 e aos 50 minutos do segundo tempo.

Público: 10.250 torcedores
Renda: R$ 410.170,00

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju; Renato (David Braz), Leo Cittadini (Rafael Longuini), Jean Mota (Yuri) e Vitor Bueno; Copete e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior.

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Erazo, Leonardo Silva e Fábio Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete e Maicosuel (Carlos); Robinho (Clayton), Lucas Pratto e Fred (Otero).
Técnico: Marcelo Oliveira

ESPN

Nenhum comentário: