No peito e na alma !

No peito e na alma !

sábado, 20 de agosto de 2016

Dorival está satisfeito com novos titulares, mas vê título depender de trio



O técnico Dorival Júnior está satisfeito com os desempenhos de Caju, Léo Cittadini e Copete, que substituem o trio olímpico – Gabigol, Thiago Maia e Zeca. O treinador acredita que a briga será boa pela titularidade, mas ressaltou que considera determinante a permanência do trio para a disputa do título brasileiro.

"Continua sendo (determinante). Precisamos do elenco, teremos que ter grupo forte, vai ter briga mais direta e é isso que buscávamos. Quando encontramos esboço de grupo, normal que tente mantê-lo pro rendimento ser melhor. Não há certeza de que se mantenha nível, mas as perspectivas são boas com a manutenção do grupo", afirmou Dorival.

A próxima semana será decisiva em relação ao futuro de Gabigol e companhia, já que a janela de transferências internacional fecha no próximo dia 31.

"Natural que eu tenha preocupação em perder atletas. É uma situação real que pode acontecer ou não. Espero que tenhamos a manutenção da equipe até o final da competição", disse.

Gabigol está na mira do futebol italiano – Internazionale e Juventus já fizeram propostas oficiais. O Santos aguarda a decisão do jogador para definir o elenco. Thiago Maia e Zeca são sondados por clubes europeus, mas não houve nenhuma oferta oficial. 

Dorival Júnior comemora o crescimento individual de Caju, Cittadini e Copete e, por isso, não descarta escalar uma equipe alternativa na Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira, o Santos encara o Vasco, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, em jogo válido pelas oitavas de final da competição.

"Eu não sei o que vai acontecer. É natural que estejamos atentos a tudo isso, nos preocupa em muitos momentos a sequência de jogos. Temos que ter atenção especial com um ou outro. Mas o melhor é saber que podemos contar com mais jogadores do que anteriormente", disse.

O duelo do Santos contra o Coritiba, neste domingo, às 18h (de Brasília), no Couto Pereira, válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, será o último do Santos sem o trio olímpico. Gabriel, Thiago Maia e Zeca disputam a final dos Jogos Olímpicos neste sábado, no Maracanã.

"Queremos essa disputa limpa, buscando melhor, mas confirmando a tese de que o jogador só é visto depois de sequência. É natural encontrar melhor condição e foi isso que aconteceu com a maioria dos jogadores que tiveram oportunidades e sequência. É uma satisfação receber os que voltam da seleção, se Deus quiser com um ouro (medalha olímpica), e ao mesmo tempo o crescimento dos garotos que era incógnita, dúvida, e começam a confirmar uma boa condição. É o trabalho para o elenco ser fortalecido cada vez mais", concluiu. Uol

Nenhum comentário: