No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 19 de junho de 2016

Ricardo Oliveira despista sobre seu futuro: 'Não abri negociação'



O Santos conseguiu segurar Ricardo Oliveira no início do ano, mesmo contra a vontade do jogador, que à época tinha uma proposta para jogador por duas temporadas no Beijing Guoane, da China, com um salário que beirava R$ 1,5 milhão mensais. Agora, com a proximidade da abertura da janela de transferências internacionais novamente - abre na segunda e fecha dia 19 de julho - o clima de incerteza volta a rondar a Vila Belmiro. O jogador, por sua vez, evita falar sobre o assunto.

"Eu, particularmente, não gosto de falar de especulações. Gera no torcedor uma ansiedade e às vezes o torcedor vai tomar uma decisão de forma errada, devido aquilo que ele ouviu. E não tem nada. São especulações que surgem que a gente não consegue evitar", disse, nesta sexta-feira, durante evento no Museu Pelé.

Nos bastidores, o Santos já topou librar o camisa 9, que aos 36 anos pode concretizar seu último grande contrato na carreira. Além da China, desta vez os Estados Unidos aparecem como uma possibilidade. Após um mês e meio tratando uma sobrecarga no joelho direito, o centroavante deve voltar aos gramados nos próximos dias e sua condição física pode ser crucial para determinar seu futuro.

"'Você garante que vai sair? Não'. E também não garanto que vou permanecer. Mas não abri negociação. São especulações que as pessoas vão falando. Isso foge do meu controle", explicou, preocupado com a imagem que pode passar ao torcedor santista. "O que o torcedor pode ficar tranquilo é que estou completamente envolvido com o clube e focado na minha recuperação para poder voltar e ajudar meus companheiros e o clube que me deu essa oportunidade. Quanto a isso, o torcedor pode ficar tranquilo", avisou o capitão, que tem vínculo firmado com o alvinegro praiano até o fim de 2017.
ESPN

Um comentário:

Juninho Cbc disse...

O santos deu mó oportunidade pra ele , quando ele mais precisava , agr ele vai abandona o santos no momento que o santos mais precisa dele?