No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Damião consegue liberação na Justiça e se aproxima de acerto com Inter

Empresário Vinícius Prates confirma que atacante pode assinar com qualquer clube

O centroavante Leandro Damião está livre do seu vínculo com o Santos. O empresário Vinícius Prates, que cuida da carreira do jogador, confirmou que uma decisão da Justiça definiu a liberação do vínculo com o clube paulista, nesta quinta-feira. Em Porto Alegre, o atleta irá definir seu futuro a partir desta situação. 

O advogado do jogador, Roberto Siegmann, que é ex-dirigente do Inter e também juiz do Trabalho aposentado, conseguiu liminar na Justiça para deixar o jogador livre. Assim, Damião está liberado para assinar com qualquer clube e ter o nome publicado no Boletim Informativo Diário da CBF já a partir desta sexta-feira. 

- O Damião entrou na Justiça em razão dos atrasos salariais. Ocorre que, na decisão anterior, ele só ficaria liberado do Santos após não existir mais qualquer possibilidade de recurso. Esta situação poderia se prolongar por anos. Agora ele tem a liberação imediata e pode escolher o time pelo qual atuará - afirmou em contato com o GloboEsporte.com. 

O Inter desponta como favorito e principal interessado no atacante de 26 anos. Prates afirmou que tem consultas e conversas em andamento com clubes da Europa, da Ásia e do Brasil, mas que irá, a partir da liberação, conversar com o jogador para definir seu futuro. Mas admitiu em contato com o GloboEsporte.com que o Inter é "a casa" do atleta.

Prates, por sinal, afirmou que a cobrança em cima do centroavante é acima do normal por conta da boa temporada feita no Inter, quando atingiu marca de 40 gols e terminou como um dos artilheiros da temporada. E que isso não se repetirá, pelo caráter atípico para a posição. No entanto, lembrou que o jogador terminou 2015 como artilheiro do Cruzeiro. 

Sem negar o interesse no jogador, o Colorado aguardava o imbróglio jurídico que o envolve. Devolvido ao Santos após atuar pelo Cruzeiro em 2015 por empréstimo, o atacante entrou na Justiça contra o time paulista por atraso de salários, direitos de imagem e recolhimento do FGTS. 

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, atendeu a reportagem e disse apenas que "o clube não comenta assuntos judiciais". 

Globoesporte.com

Um comentário:

Santista Nato disse...

Isso está com cara de tramoia ! Esse cara não poderia jogar nunca mais!