No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Santos pode ter 'tríplice artilharia' e deve tudo a dupla de selecionáveis



O Santos pode terminar a temporada 2015 com a "tríplice artilharia" e tudo isso se deve a dupla de atacantes – Ricardo Oliveira e Gabriel Barbosa. O camisa 9 já foi artilheiro do Campeonato Paulista, com 11 gols, e lidera disparado a artilharia do Campeonato Brasileiro, com 20 gols. O segundo colocado, Jadson, marcou 13 gols.

Já Gabigol, parceiro de ataque de Ricardo Oliveira, é o artilheiro da Copa do Brasil, com sete gols. 

Os gols marcados na temporada levaram a dupla santista a seleção brasileira. Ricardo Oliveira foi convocado por Dunga para todos os jogos do Brasil nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, até o momento. Gabriel, por sua vez, é convocado constantemente para a seleção olímpica.

A dupla, inclusive, já marcou quase a metade dos gols do Santos neste ano. Dos 113 gols até o momento, Ricardo Oliveira e Gabigol fizeram 54 gols. O centroavante da seleção marcou 36 gols, enquanto o camisa 10 balançou as redes em 18 oportunidades.

Gabriel destaca o entrosamento com Ricardo Oliveira e ressalta que conhece o parceiro de ataque "só no olhar".

"Muito fácil jogar com ele (Ricardo Oliveira). Experiente, inteligente. Só no olhar estamos nos entendendo. Sei os movimentos que ele gosta de fazer, ele também sabe os meus. Estou tentando aproveitar ao máximo, sentar, estar próximo, para aprender o máximo", afirmou Ricardo Oliveira.

Ricardo Oliveira e Gabigol também se destacam pela superação neste ano. O primeiro assinou uma espécie de contrato de teste com o Santos para a disputa do Campeonato Paulista. O camisa 9 chegou sob desconfiança de críticos e até torcedores, mas provou seu valor e renovou contrato com o clube até o fim de 2017, com direito a aumento salarial.

Gabigol foi artilheiro do Santos na temporada passada, mas enfrentou a rejeição do técnico Enderson Moreira e perdeu espaço no time titular. Até com Marcelo Fernandes, o camisa 10 permaneceu no banco de reservas e só ganhou espaço após a chegada de Dorival Júnior.

"Ano passado fiz muitos gols, mas este ano estou mais completo, tenho conseguido fazer passes, gols. Acho que esse ano eu me tornei um jogador mais completo. Claro que ano passado foi muito bom, mas acho que este ano tenho aprendido bastante também como ser humano. Todo mundo tem sido importante", disse Gabigol.

Uol Esporte

Nenhum comentário: