No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Final é novo capítulo da rixa que transforma Ricardo Oliveira contra o Palmeiras



Esqueça o Ricardo Oliveira bom moço. Contra o Palmeiras em 2015, o atacante que é conhecido pela fala tranquila e é até pastor fora de campo se transforma. Nesta quarta-feira, ele encontra mais uma vez o rival alviverde, na partida de ida da decisão da Copa do Brasil, às 22h (de Brasília), na Vila Belmiro.

Oliveira começou a virar símbolo da rivalidade entre os dois finalistas no ano no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista, quando, assim que Dudu errou pênalti no Allianz Parque, o atacante comemorou gritando no rosto do palmeirense - depois, na Vila, sagrou-se campeão com o Santos.

No Brasileiro, as rixas seguiram. Especialmente com Fernando Prass. Na partida do turno, por exemplo, no estádio do Palmeiras, os dois discutiram e trocaram empurrões, até que, ao final da partida, o goleiro acabou esbarrando no atacante, que concedia entrevista. O arqueiro jurou que não fez de propósito.

No reencontro, na Vila, Oliveira chutou uma bola em Prass com o jogo parado - também disse que fez sem querer e se desculpou. Depois, fez um dos gols da vitória por 2 a 1 e saiu com cara de deboche. Ainda olhou para as redes, onde estava o goleiro, e riu - em sua explicação, garantiu que brincava com Gabriel.

Os números também comprovam o clima quente entre Oliveira e Palmeiras. No Paulista, foram três encontros, em que o atacante cometeu oito faltas e sofreu sete, uma média de cinco infrações envolvendo o jogador por jogo. Contra os demais times, foram 23 feitas e 11 sofridas, em uma média de 2,7.

No Brasileiro, a diferença é ainda mais gritante: foram dois encontros, com seis faltas cometidas e seis sofridas, em média de seis infrações com Oliveira envolvido. Contra outros times, o atacante fez 41 faltas e recebeu 15, para uma média de apenas 1,9 por partida - todos números são da Footstats.

O novo encontro entre Ricardo Oliveira e o Palmeiras acontece nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), na Vila Belmiro, no primeiro jogo da final da Copa do Brasil. A partida terá transmissão, ao vivo, da ESPN Brasil e do WatchESPN e acompanhamento, em tempo real e com vídeos, do ESPN.com.br.

ESPN

Nenhum comentário: