No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Desgaste na Seleção põe escalação de Lucas Lima e Oliveira em xeque



O Brasil cumpriu seu dever e conquistou a primeira vitória nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018 ao bater a Venezuela na noite desta terça-feira por 3 a 1. O resultado da partida, porém, tem pouca importância para o Santos. O clube quer mesmo é saber a condição em que Lucas Lima e Ricardo Oliveira voltarão depois de um período de ausência de dez dias. O Peixe encara o Grêmio, em Porto Alegre, nesta quinta, em duelo crucial para as pretensões da equipe em se manter no G4 do Campeonato Brasileiro.

Apesar da importância dos dois atletas para o alvinegro praiano, nenhum esquema especial foi montado para antecipar o retorno de ambos. A dupla embarcou em um voo com previsão de deixar Fortaleza às 2 horas da madrugada desta quarta-feira. Ao chegar em São Paulo, por volta das 5h30, o planejamento santista é que Ricardo Oliveira fique na Capital, local em que mora com a família, e descanse o máximo possível. Lucas Lima descerá a Serra e iniciará seu repouso na Baixada Santista um pouco mais tarde.

O grande problema para o Peixe é que depois de entrar em campo aos 31 minutos do segundo tempo contra o Chile, em Santiago, na última quinta, o centroavante foi titular diante da Venezuela e só foi substituído aos 35 da segunda etapa. Ao todo, Ricardo Oliveira ficou em campo por 96 minutos.

Já o meia, dez anos mais novo (25 e 35), foi utilizado contra os chilenos à partir dos 37 minutos do segundo tempo e nos últimos 27 minutos do jogo desta quarta, totalizando 38 minutos de ação.

Depois de treinar pela manhã, a delegação alvinegra deixa Santos na tarde desta quarta rumo ao aeroporto, em São Paulo, para em seguida embarcar com destino a Porto Alegre.

O departamento médico do clube está em contato com Lucas Lima e Ricardo Oliveira desde o momento da saída dos dois atletas de Fortaleza e a posição dos profissionais especializados será crucial para Dorival Júnior confirmar os jogadores na lista de relacionados para a partida da 30ª rodada do Brasileirão. A tendência é que eles acompanhem o grupo. Caso não tenham condições e iniciar o confronto com os gaúchos, o treinador do Peixe não descarta a ideia de utilizá-los no decorrer do jogo.

Lucas Lima é o líder de assistências do Santos na temporada, com 15 passes para gol. No Campeonato Brasileiro, já foram sete assistências e quatro gols.

“Infelizmente, não fizemos um jogo tão bom, como queríamos (contra o Chile). Não tem jogo fácil. É dar sequencia no clube e, se aparecer oportunidades, vou fazer o melhor possível”, comentou o camisa 20, logo depois da vitória em cima dos venezuelanos.

A presença de Ricardo Oliveira também é fundamental para o time da Vila Belmiro. O camisa 9 é o artilheiro isolado do nacional por pontos corridos com 17 gols e também é o maior goleador da equipe na temporada. Já balançou as redes 30 vezes.

“Vim para a Seleção pelo que tenho feito no Santos. Tenho feito gols, tenho boas participações, e vim para a Seleção com isso, para ser útil dentro de campo e fora”, comentou o experiente centroavante, que deixou sua marca ao anotar o terceiro gol da equipe de Dunga nesta terça.

Durante toda ausência de Lucas Lima e Ricardo Oliveira, Dorival Júnior armou o Santos com Serginho na articulação e Nilson no comando do ataque. Portanto, se necessário, os dois jogadores devem receber a missão de entrar no time titular e dar conta do recado contra o Grêmio, à partir das 21 horas.

Vale lembrar que dia 13 de novembro o Brasil volta a campo para o clássico diante da Argentina, em Buenos Aires. E pelo que mostraram em campo, tanto Lucas Lima quanto Ricardo Oliveira devem receber novas oportunidades com o técnico da Seleção Brasileira. E mesmo com tanto desgaste e prejuízo ao clube, que está em reta final de duas competições importantes, nenhum dos dois pensa em descartar uma convocação.

“Seleção é sempre bem-vinda”, resumiu o Oliveira.

Gazeta Esportiva

Nenhum comentário: