No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Para evitar nova denúncia, Santos quer regularizar salários nesta quinta



Desde que assumiu a presidência do Santos, Modesto Roma Jr. tem convivido com a dificuldade de pagar o elenco e os funcionários do clube em dia. O mandatário já recorreu a empréstimos bancários e, mesmo assim, não conseguiu cumprir a promessa de que ao menos os salários em carteira (CLT) não atrasariam.

Porém, o susto maior veio dia 20 do mês passado, quando o Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo denunciou o clube ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Se não quitasse sua dívida com os jogadores em até 15 dias, o alvinegro poderia perder três pontos por partida que disputasse, de acordo com o regulamento. Assim, Modesto arrumou dinheiro e pagou dois meses de direitos e imagem, além de um mês de carteira que estavam pendentes.

"Só tem um mês de carteira e um mês de imagem atrasados. Mas é o mês vigente. Temos mais alguns dias para pagar e estamos trabalhando para isso", comentou Modesto, na ocasião.

Agora, o tempo esgotou. Com 30 dias ou mais de atraso, o Sindicato já pode denunciar qualquer clube. E para evitar novos transtornos, a diretoria alvinegra espera pagar ainda nesta quinta-feira o salário do elenco referente ao mês de junho.

Desta vez, o Santos não pretende usar nenhum crediário para cumprir com seus acordos. A tática, então, é encontrar receitas extras. Pensando assim, o clube fechou seis patrocínios pontuais para o duelo contra o Flamengo, disputado no último domingo. Diante do Coritiba, neste sábado, o time da Vila Belmiro conseguiu manter três anunciantes por mais um jogo.

Outra forma foi vender o mando de campo do clássico contra o São Paulo, que será disputado na 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar da revolta de boa parte da torcida, o presidente Modesto Roma Jr. admitiu que o clube negociou e se acertou com um grupo de empresários. Com isso, o time irá receber o tricolor na Arena Pantanal, em Cuiabá.

ESPN

Nenhum comentário: