No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 19 de julho de 2015

Mais eficiente, Palmeiras bate Santos



O Santos ficou mais com a bola, mesmo jogando fora de casa, mas o Palmeiras foi muito mais eficiente e venceu por 1 a 0 na tarde deste domingo (19), no Allianz Parque. Com um bonito giro e uma finalização no canto direito do goleiro, Leandro Pereira protagonizou o lance que decidiu a partida.

A vitória não chega a ser uma revanche para o Alviverde, que perdeu para o rival o título Paulista, mas ajuda muito nas aspirações ao título brasileiro. Os comandados de Marcelo Oliveira vão a 25 pontos, e voltam a se aproximar do G4. O líder é o Atlético-MG, com 29.

Para o Santos, o efeito é inverso: a derrota mantém a equipe dentro da zona do rebaixamento. Com 13 pontos, está na 17ª colocação.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 0 SANTOS

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 19/7/2015, às 16h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Correia e Dibert Pedrosa (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Leandro Almeida, Arouca (Palmeiras); Ricardo Oliveira, Werley, Lucas Lima (Santos)

PALMEIRAS: Fernando Prass, Lucas, Victor Ramos, Leandro Almeida e Egídio; Gabriel e Arouca (Amaral); Rafael Marques, Robinho e Dudu (Gabriel Jesus); Leandro Pereira (Barrios). Técnico: Marcelo Oliveira.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Werley, David Braz e Zeca; Renato e Thiago Maia (Marquinhos Gabriel); Geuvânio (Neto Berola), Lucas Lima e Gabriel (Nilson); Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

FASES DO JOGO
1º tempo
Mesmo diante de um Allianz Parque lotado, o Santos tentou tomar a iniciativa do jogo no primeiro tempo. Em dez minutos, deu alguns sustos no Palmeiras, o principal deles em um cruzamento de Geuvânio cortado na última hora por Egídio. De nada adiantou: aos 14 minutos, foi o alviverde que saiu na frente: Robinho encontrou Leandro Pereira dentro da área, o atacante girou bem em cima de Werley e finalizou com categoria, no canto direito de Vladimir. Depois do gol, os donos da casa recuaram um pouco mais - o Santos continuou tocando a bola, mas sem conseguir furar o bloqueio. A sensação foi de que, se apertasse o ritmo, o Palmeiras poderia ter marcado mais gols antes do intervalo.

2º tempo
O segundo tempo começo com a mesma dinâmica: Santos tocando a bola, tentando chegar no ataque e levando sustos do Palmeiras. Leandro Pereira cabeceou com muito perigo aos 11 minutos e quase marcou o segundo. Na sequência, Robinho recebeu dentro da área, mas acabou batendo por cima do gol. O jogo transcorreu assim durante todo o segundo tempo, com poucas chances claras de gol. Barrios entrou no final, para delírio da torcida, mas não teve tempo suficiente para balançar as redes.

Uol Esporte

Nenhum comentário: