No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Santos discute volta de Oswaldo e espera fechar com técnico nesta sexta



Demitido do Palmeiras na terça, treinador pode voltar ao comando do Peixe apenas nove meses após saída. Comitê de Gestão se reúne às 11h30 e pode selar acordo

Menos de um ano depois de ser demitido do Santos, pela gestão anterior do clube, Oswaldo de Oliveira está perto de voltar à Vila Belmiro. Dois dias após deixar o Palmeiras, o treinador acertou, nesta quinta-feira, detalhes para comandar o Peixe. O Comitê de Gestão alvinegro se reunirá nesta sexta, às 11h30, na Vila Belmiro, e discutirá o assunto. 

A expectativa é que o presidente santista, Modesto Roma Júnior, apresente valores da contratação de Oswaldo de Oliveira ao colegiado, que é formado por outros sete membros, além do vice-presidente, César Conforti. Apenas depois da aprovação da maioria é que o mandatário anunciará a chegada do comandante. 

Com a iminente volta do técnico à Vila Belmiro, Marcelo Fernandes voltará a ser auxiliar – função que exerceu de 2011 até as primeiras rodadas do Campeonato Paulista desta temporada, quando assumiu o lugar de Enderson Moreira à frente da equipe profissional e chegou ao título estadual. 

Ao GloboEsporte.com, Modesto Roma Júnior disse que acha improvável chegar a um acerto com Oswaldo de Oliveira nesta sexta-feira e despistou: 

– Será um dia longo, de 24h, e muita coisa pode acontecer. Mas acho difícil fechar com o Oswaldo ou qualquer outro técnico. Falta muita coisa para acontecer. Vamos (ele e o Comitê) nos reunir para falar de diversas coisas e esse assunto será falado – resumiu, por telefone. 

Se fechar com o Santos, o veterano treinador receberá cerca de R$ 200 mil, teto estipulado pelos dirigentes a ser pago para um técnico. 

À frente de um dos elencos mais caros do país, Oswaldo de Oliveira foi demitido pelo Palmeiras na última terça-feira, deixando o time perto da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com seis pontos, em 18 disputados. A gota d'água para o desligamento foi a derrota para o Figueirense, no último final de semana. Antes, no Paulista, o treinador ficou com o vice, ao ver sua equipe batida pelo Peixe na decisão. 

Oswaldo de Oliveira tem a receber cerca de R$ 2 milhões do Alvinegro, em valores referentes a sua última passagem pelo clube, na gestão de Odílio Rodrigues. Ele foi demitido em setembro do último ano, quando a equipe ocupava a 11ª colocação do Campeonato Brasileiro. Antes, também na última temporada, o treinador carioca comandou o time na campanha do vice-campeonato paulista, com derrota para o Ituano na decisão. 

O veterano treinador já passou outras duas vezes pela Vila Belmiro. A primeira delas foi em 1997, quando atuava como auxiliar de Vanderlei Luxemburgo. Mais adiante, Oliveira comandou o Peixe no primeiro semestre de 2005, mas caiu rápido, após a oscilação do time. 

Em sua provável volta à Vila Belmiro, Oswaldo conta com o bom relacionamento com o elenco que dirigiu na última temporada, inclusive com o entrosamento com o atual técnico Marcelo Fernandes, que foi seu auxiliar em 2014. No Comitê de Gestão, porém, seu nome não é unanimidade.

Globoesporte.com

2 comentários:

gilmar silva disse...

oswaldo de novo e brincadreira ja veio e não deu certo o santos não deve fazer essa burrada precisamos de um treinador que de um bom esquema tatico para o elenco principalmente para a defesa que voltou a tomar gols em todos os jogos falhando muito.

gilmar silva disse...

contra o corinthians sem lucas lima e robinho o o santos tem que jogar com dois volantes e Geovanio no meio criando as jogadas se não a bola não chega na frente porque não tem qualidade no passe.