No peito e na alma !

No peito e na alma !

sábado, 6 de junho de 2015

Santos cede empate duas vezes à Ponte e chega a cinco jogos sem vitórias



Geuvânio bem que tentou, mas não conseguiu impedir mais um tropeço do Santos. Em jogo disputado no início da noite deste sábado, na Vila Belmiro, o camisa 11 marcou um golaço e sofreu um pênalti, convertido por Ricardo Oliveira. Isso, porém, não foi suficiente para o time de Marcelo Fernandes superar a Ponte Preta, que marcou com Felipe Azevedo e Renato Cajá e arrancou empate de 2 a 2, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Com isso, o Santos chega a cinco jogos sem vitórias, sendo quatro pelo Campeonato Brasileiro e um pela Copa do Brasil. Resultados que deixam o técnico Marcelo Fernandes ainda mais pressionado – o Santos é apenas o 14º colocado, com seis pontos em seis jogos.

Já a Ponte Preta segue como única equipe invicta no Brasileiro – junto com o Sport – e alcança os 12 pontos, passando a dividir a liderança com o Atlético-PR, que leva vantagem no número de vitórias. Porém, a equipe paranaense pode disparar na ponta, já que ainda entra em campo nesta sexta rodada, às 22h deste sábado, em jogo contra o Vasco, na Arena da Baixada.

COMO FOI O JOGO

Primeiro tempoSó deu Santos na etapa inicial. Não foram tantas chances de gol, mas o time do litoral praticamente não levou sustos, a não ser em um chute de média distância de Josimar que Vladimir foi buscar no ângulo. Fora isso, o Santos foi superior, e abriu o placar com um golaço de Geuvânio, que recebeu passe de costas dentro da área, girou e bateu de canhota, no ângulo, aos 23min. Ricardo Oliveira poderia ter ampliado, mas falhou na finalização depois de ficar cara a cara com Marcelo Lomba - após belo lançamento de Lucas Lima.

Segundo tempoA história mudou depois do intervalo. Apagado no primeiro tempo, Renato Cajá voltou melhor do vestiário, e logo aos 9min deu lindo passe para Biro-Biro, que bateu colocado; Vladimir deu rebote, aproveitado por Felipe Azevedo, que chegou mais cedo que os defensores do Santos e deixou tudo igual. 1 a 1. Mas Geuvânio voltou a chamar a responsabilidade, e sofreu pênalti cinco minutos depois após falta infantil de Gilson. Ricardo Oliveira deslocou Lomba e colocou o Santos novamente na frente. 2 a 1. Mas aos 28min, Renato Cajá aproveitou cruzamento de Rodinei e, de cabeça, decretou o empate.

DESTAQUES

No Paulistão...
A Ponte Preta foi o único time a vencer o campeão Santos na primeira fase do Campeonato Paulista. Fez 3 a 1, em jogo disputado na cidade de Campinas.

Nem no banco!
Por indisciplina, o atacante Rildo sequer viajou com o restante do elenco da Ponte Preta para o confronto deste sábado.

Estreou!
Neto Berola entrou em campo aos 29min do segundo tempo, no lugar de Gabriel, e enfim fez a sua estreia com a camisa do Santos.

Drama!
O Santos jogou os minutos finais com um jogador a menos. Com muita dor, Chiquinho - que havia acabado de entrar - deixou o campo aos 40min e começou a receber tratamento.

Uol Esporte

Nenhum comentário: