No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Lucas Lima diz ter de provar no Brasileiro e espera 'hora certa' para sair

Eleito 'melhor meia do país' pelo técnico Muricy Ramalho, jogador santista mantém os pés no chão e diz que ainda tem muito a mostrar no Brasil antes de se mudar para a Europa

Lucas Lima ainda não se acha "o melhor meia do país", como disse recentemente, em entrevista ao LANCE!, o técnico Muricy Ramalho. Eleito o melhor jogador da posição no Campeonato Paulista, mas enfrentando dificuldades para pontuar com o Santos no Campeonato Brasileiro, o camisa 20 ainda acredita que tem etapas a cumprir no Brasil antes de realizar o sonho de jogar na Europa.

Com a janela de transferências internacionais próxima de ser aberta e com o desejo da diretoria santista em repatriar o meia Ganso, hoje no São Paulo, crescem as especulações sobre a permanência de Lucas Lima para o restante do Brasileirão. O meia, porém, afirma que aguarda a "hora certa" para se transferir.
- Tenho contrato e estou tranquilo. Deixo na mão dos meus empresários. Na hora certa vamos conversar. Sempre deixei claro que eu quero sair. Tenho de sentar com a minha família para ver se é a hora certa e ver a proposta. Tem muita coisa envolvida para decidir. Conquistei esse título (Paulista), mas tenho muito a provar no Brasileiro - afirmou.

Alvo do Cruzeiro recentemente para a disputa da Libertadores, Lucas Lima chegou a dizer em diversas ocasiões que seu desejo era sair do Peixe direto para a Europa. Agora, cobiçado pelo Porto (POR) e outras equipes do Velho Continente, o Santos sabe da dificuldade que terá para garantir sua permanência, mas ele garante estar focado no Brasileirão e promete ainda alegrias à torcida alvinegra.

- É apenas o começo do meu contrato, tenho muito a cumprir ainda e muita felicidade a dar para a torcida. Nunca vou tirar o pé. Quando você tira o pé, acaba se machucando. Tem de ter tranquilidade. Eu leio várias matérias, mas não posso me deixar influenciar por isso, não - disse.

O jogador tem contrato com o Santos até dezembro de 2017. Entretanto, o Alvinegro Praiano detém apenas 10% dos direitos econômicos, enquanto o grupo maltês Doyen Sports possui 80%. Os outros 10% pertencem ao Khoddor Soccer, que não precisaria negociar sua porcentagem em uma eventual negociação.

Lancenet

Nenhum comentário: