No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Identificação: por que o Santos ainda crê na permanência de Lucas Lima

Presidente Modesto Roma Júnior ouviu do próprio jogador que ele não deseja sair, por enquanto. No entanto, negócio com o Porto está em estágio avançado

Apesar de as negociações com o Porto, de Portugal, já estarem avançadas, o Santos ainda confia na permanência de Lucas Lima até o fim da temporada. O presidente Modesto Roma Júnior diz ter ouvido do próprio jogador, nesta semana, que ele deseja seguir na Vila Belmiro. E o clube tem motivos para acreditar no armador.

Identificado com a torcida, o atual camisa 20 do Peixe já disse, diversas vezes, que só sairá se receber uma proposta que seja boa para ele e para os santistas. Contratado no início de 2014, Lucas Lima adquiriu um grande carinho pelo clube e não quer sair pela "porta dos fundos". Por isso, quer evitar pressão aos dirigentes.

– Eu dei a carta, mesmo, porque se ele quisesse ir nós vamos liberá-lo. Mas ele não foi, me disse que não quer ir – disse Modesto, por telefone, ao GloboEsporte.com.

Há cerca de dez dias, Modesto Roma Júnior deu uma carta autorizando Lucas Lima a negociar e fazer exames médicos no Porto. Desde então, os empresários Renato Duprat, representante da Doyen Sports, dona de 80% dos direitos econômicos do atleta, e Edson Khodor, proprietário da Khodor Soccer, que tem outros 10% do meia, intensificaram as conversas com o Porto.

Os empresários, inclusive, viajaram para Portugal para ouvirem o que os europeus podiam oferecer pelo jogador. 

 
Meia Lucas Lima tatuou pênalti do Paulista na perna (Foto: Reprodução / Instagram)

No início da temporada, os empresários também tinham propostas de equipes europeias por Lucas Lima, que decidiu permanecer na Vila Belmiro para tentar ser campeão pelo time e lutar para chegar à seleção brasileira. A primeira parte da meta foi cumprida, com a conquista do Paulistão, no começo de maio. 

Por falar na conquista do estadual, Lucas Lima deu provas de sua identificação com o clube no final de maio, quando tatuou na panturrilha a cena de seu pênalti na decisão contra o Palmeiras. A cobrança convertida do meia selou o título do Peixe na Vila Belmiro. 

Globoesporte.com

Nenhum comentário: