No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Com Damião de pivô, Santos reprova contas de ex-presidente Odílio Rodrigues



O Conselho Deliberativo do Santos reprovou, por unanimidade, as contas do clube no exercício de 2014, na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro. O balanço é referente à gestão do ex-presidente Odílio Rodrigues. Os 231 conselheiros presentes na reunião não se opuseram ao parecer do Conselho Fiscal do clube, que recomendava a rejeição das contas.

A maioria dos conselheiros reclamou, principalmente, dos números envolvendo a contratação do atacante Leandro Damião, contratado por R$ 42 milhões em janeiro do ano passado. Além da insatisfação com os moldes da transação, os santistas ressaltaram que o atleta rescindiu o contrato com o clube na Justiça.

O déficit de 2014, de R$ 58,9 milhões, superou o de 2013, que foi aprovado apesar do déficit de R$ 40,6 milhões. Após a reprovação, as contas serão encaminhadas a Comissão de Inquérito e Sindicância do clube, que determinará qual será a punição. Não está descarta, inclusive, a exclusão do ex-presidente Odílio Rodrigues do quadro associativo do clube, conforme previsto pelo estatuto. 

Odílio Rodrigues e integrantes da antiga gestão terão cinco dias para apresentar uma defesa ao Conselho Deliberativo do Santos.

"Eu só espero que eles venham fazer a defesa com dignidade dos atos para que a gente volte a fazer uma analise das possíveis justificativas, que eu já tratava de gestão temerária", afirmou o advogado e conselheiro, Leandro da Silva.

"Lamentavelmente o grupo anterior passava irresponsavelmente essas contas ao arrepio do estatuto. Espero que esses antigos conselheiros venham ajudar a defender a gestão anterior agora", completou.

Além de Damião, os conselheiros reclamaram da antecipação das cotas de televisão, além dos empréstimos dos atletas Souza e Rildo, que constam que o Santos pagou intermediários apesar do contrato da CBF [Confederação Brasileira de Futebol] especificar que não houve intermediário na transação. 

Uol Esporte

Nenhum comentário: