No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Está difícil? Ricardo Oliveira sabe o "segredo" para Santos segurar Robinho



Após a rescisão contratual do atacante Robinho com o Milan, da Itália, na última segunda-feira, a polêmica sobre a permanência do craque no Santos aumentou. Há quem acredite que a liberação do camisa 7 sem a ajuda do clube paulista deixou o ídolo santista mais longe da renovação contratual.

No entanto, o atacante Ricardo Oliveira sabe o segredo para o Santos segurar Robinho após o término de seu empréstimo com o clube, no dia 30 de junho. Para o camisa 9, o ambiente entre os jogadores do elenco santista deve pesar na decisão do camisa 7 sobre o seu futuro.

"Eu não sei se posso ajudar. Eu não me atreveria, mas ele sabe do ambiente aqui, pesa muitas coisas. Família, ambiente de trabalho, financeiro. A minha oração é que Deus seja o árbitro dele na hora da decisão. Espero que os dirigentes entendam a importância dele também", afirmou Ricardo Oliveira ao UOL Esporte.

"Espero que o Robinho consiga chegar a um acordo. Não se vê o Robinho longe do Santos, não se vê o Santo sem o Robinho. Eu acredito piamente que eles vão chegar a um acordo. Se depender de mim, ele fica", completou.

A contratação de Ricardo Oliveira pelo Santos ocorreu após um pedido de Robinho. O ídolo santista fez lobby e conversou com dirigentes santistas para que eles trouxessem de volta o centroavante e o meia Elano.

A permanência de Robinho depende de uma dívida do Santos com o atleta. Somada a "herança da antiga diretoria", o clube paulista deve quase R$ 7 milhões ao jogador, referentes aos direitos de imagem.

"Vai depender das negociações e vamos ver onde podemos chegar. A gente tinha limitação porque tinha que respeitar o vínculo com o Milan. Hoje, ele está livre, muda tudo, começamos do zero. Vamos sentar e conversar", afirmou a advogada e representante do atleta, Marisa Alija Ramos.

O presidente do Santos, Modesto Roma, deve se reunir com os representantes de Robinho na próxima semana. O mandatário viajou a Itália para tentar a liberação do atleta no Milan, mas descobriu somente no aeroporto que o atleta já havia rescindido contrato com o clube italiano.

Para não perder a viagem, Modesto Roma, agora, quer se reunir com a diretoria do Milan para saber se existe a possibilidade dos italianos liberarem o zagueiro Alex, revelado pelo clube na "geração Robinho e Diego", que conquistou o Campeonato Brasileiro de 2002.

Uol Esporte

Nenhum comentário: