No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 19 de abril de 2015

Ricardo Oliveira projeta gols na fase final: "Artilharia está aberta"



Atacante de 34 anos chega ao momento decisivo do Paulista no topo da lista de goleadores e é esperança do Santos na semifinal contra o rival São Paulo

O Campeonato Paulista chega enfim a seus momentos decisivos, etapa em que os heróis que se sobressaírem ficarão para a posteridade. Mas, mesmo antes deste ápice, Ricardo Oliveira se perfila como um possível candidato a destaque da competição. Líder da artilharia e figura importante na campanha do Santos, o experiente atacante espera ir até o fim da disputa, de preferência com mais gols.

Depois de 15 rodadas da fase de classificação, além dos jogos das quartas de final, Ricardo Oliveira aparece no topo da artilharia. Até o momento são nove gols marcados, ao lado de Crislan, do Penapolense. 

Antes da semifinal contra o São Paulo neste domingo, às 18h30, Ricardo Oliveira conversou com a reportagem do GloboEsporte.com sobre a expectativa para a reta final do Paulista. Confira abaixo: 

Quando chegou ao Santos, você disse que iria brigar pela artilharia e que não veio ao Brasil "para passar tempo". Hoje, você é o artilheiro do Paulista e tem se destacado. Acredita que é uma resposta aos críticos?

Ricardo Oliveira: Por tudo que construí e vivi na minha carreira, não preciso provar nada para ninguém. O objetivo é de sempre fazer os gols e ajudar o Santos. Se conseguir fazer e também terminar como artilheiro, melhor. Mas o mais importante é a gente terminar campeão. Domingo inicia a semifinal, contra um rival, e precisamos ter muito cuidado e atenção. A disputa da artilharia está aberta, tenho alguns concorrentes próximos, mas espero seguir na ponta e fazer mais gols. 

Acredita que a formação utilizada pelo Enderson Moreira e pelo Marcelo Fernandes favorece o papel do centroavante, já que dois atacantes atuam pelos lados?


Temos um time de muita qualidade, não só pelos jogadores de frente, mas também por todo o conjunto e por quem está no banco de reservas. A formação de frente ajuda o atacante, que tem opções para receber a bola. Procuro me movimentar e dar opção para que eles possam me deixar em condições de finalizar ou para ajeitar para eles. 


Outro número curioso é o de finalizações. Você é o jogador que mais finaliza no Campeonato Paulista. Isso é algo treinado? É uma orientação do Marcelo para finalizar bastante ou é uma característica sua mesmo sempre tentar chutar a gol? 


Acho que é um pouco das duas coisas. Eu procuro me movimentar para ficar em condições de finalizar, mas também os jogadores me procuram, já que sou o homem de referência na frente. 


Você acha que ainda pode melhorar em algum quesito? E o Santos, ainda precisa crescer em que aspecto para brigar pelo título do Campeonato Brasileiro?


Sempre dá para evmlk oluir, tanto eu quanto o time. É uma equipe nova, que pode ganhar mais entrosamento. Também tenho trabalhado para evoluir e assim tem que ser sempre no futebol. O jogador nunca pode se acomodar. 


Você faz algum trabalho fora de campo para manter o condicionamento físico? Afinal de contas, é um dos atletas do Santos com mais jogos na temporada. Faz algum exercício extra além dos treinamentos normais? 


Eu procuro me cuidar dentro e fora do campo. Sou um cara que não tem vícios, me preservo e procuro sempre aprimorar a forma física. Todos os dias chego um pouco antes nos treinos para fazer um complemento na musculação e, no campo, procuro fazer o que o pessoal da comissão técnica pede. Sempre me cuidei, e não só agora. É preciso ser atleta desde sempre, desde o início da carreira, para chegar mais para frente em condições de seguir uma carreira mais longa. 

Globoesporte.com

Nenhum comentário: