No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 9 de março de 2015

Dorival chega ao Brasil e acerto com Santos só depende de comissão técnica




O técnico Dorival Júnior chegou ao Brasil às 5h (de Brasília) desta segunda-feira. O treinador estava na Europa, fazendo estágio com treinadores renomados na Espanha, e pode se reunir com os dirigentes do Santos ainda nesta terça. 

Em contato com o UOL Esporte, Dorival disse que a sua passagem de volta da Europa já estava marcada há 30 dias. O treinador está em Florianópolis, mas não confirmou sua viagem a Santos, pois acompanha sua esposa, que está internada no hospital desde a última quarta-feira.

Dorival é o preferido da cúpula santista para substituir Enderson Moreira, demitido na última quinta-feira após não aceitar orientações da diretoria sobre sua postura em relação aos atletas mais jovens do elenco e, principalmente, por fazer críticas aos jogadores na mídia.

Dorival Júnior, que foi campeão paulista e da Copa do Brasil em 2010 pelo Santos, tem a preferência até de Marcel Teixeira, ex-presidente do clube e que possui bastante influência na gestão de Modesto Roma.

O acerto entre Dorival Júnior e Santos só depende da formação da comissão técnica. O treinador quer trazer três profissionais – um preparador físico e dois auxiliares, um deles, seu filho, Lucas Silvestre.

O possível encontro nesta terça-feira servirá para as duas partes chegarem a um denominar comum. O clube paulista não aceita principalmente o preparador físico, pois já está satisfeito com Carlito Macedo, que ocupa a função no clube.

O Santos pretende convencer o treinador a trazer apenas um profissional, pois a atual diretoria trabalha com sua comissão técnica fixa, que já inclui três ex-jogadores de auxiliares – Marcelo Fernandes, Serginho Chulapa e Edinho.

Vagner Mancini, que segue na Espanha fazendo estágios, é o segundo nome da lista. O cargo só ficará com ele caso Dorival não aceite abrir mão de parte da sua comissão técnica. Mancini já aceitou trazer apenas um auxiliar.

O Santos impõe sua política nas negociações. Os treinadores, inclusive, já sabem que o clube pretende pagar um "pacote" de R$ 200 mil de salário. O valor inclui o pagamento dos auxiliares dos técnicos. Caso queira treinar a equipe santista, o pretendente ao cargo terá que dividir o montante com seus profissionais de confiança.

Uol Esporte

Nenhum comentário: