No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Improvisado, Yuri supera fase do Santos e é 'sobrevivente' na defesa

Em entrevista ao LANCE!, volante do Peixe fala em gratidão pela torcida que o acompanha e dá força, a vontade de permanecer no clube e o esforço para a nova posição


Nascido em São Paulo, no humilde bairro de Capão Redondo, Yuri ingressou nas categorias de base do Audax aos 13 anos. Seu sonho era ser um atleta profissional no próprio time de Osasco. Mal sabia ele que viraria titular do Santos.

O Peixe deu a oportunidade e hoje o volante a aproveita da melhor maneira: se destacando. Tanto dentro como fora de campo. O jovem de 21 anos é querido pela torcida e parece que é atleta santista há anos dado o bom relacionamento que possui. 

Carismático, Yuri sempre está sorrindo e fazendo sorrir. Ele é um dos líderes da resenha alvinegra. Mas também sabe ser sério quando necessário.

- Eu vivo um sonho. Estar aqui (no Santos) é muito bom. Todos os dias eu tento aproveitar ao máximo para poder dar alegrias para a nação santista e meus companheiros - afirmou Yuri ao LANCE!

Volante de origem e meia em várias oportunidades na base, Yuri tem sido zagueiro no Santos. E um zagueiro diferente. Quando o time é atacado, ele atua como um legítimo defensor. Na hora de atacar, o camisa 25 avança e vira um meio-campista.

- A torcida me dá uma tranquilidade que pra mim é muito importante. Desde que cheguei eu disse que queria muito ajudar. E é muito bom ter a confiança do professor. Vou seguir trabalhando forte e tentando fazer o esquema dar certo - explicou.

Dorival Júnior está sofrendo muitas críticas dos torcedores por conta da defesa da equipe. Foram 8 gols em quatro jogos. Mas o técnico acredita no potencial de seus atletas e no esquema tático que adota. 

Nesta terça, contra o Ituano, às 21h30 no Novelli Júnior, em Itu, Yuri ganha mais uma chance de brilhar e mostrar sua evolução. Com um volante como zagueiro, a equipe até pode perder um pouco da força na marcação, mas ganha na posse de bola e em criação de jogadas. Para Dorival, Yuri faz valer o risco. Lance

Nenhum comentário: