No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Santos inicia semana cheia corrigindo "oscilações" antes de semi do Paulista


Técnico Dorival Júnior se preocupa com alterações de desempenho. Contra o São Bento, Peixe foi muito bem no primeiro tempo, mas correu riscos no segundo

O Santos eliminou o São Bento nas quartas de final do Campeonato Paulista com vitória por 2 a 0, no último sábado, na Vila Belmiro, mas com dificuldades. Depois de abrir vantagem no primeiro tempo, a equipe caiu de rendimento na segunda etapa e viu o rival de Sorocaba ameaçar reação.

Anteriormente, nas três últimas rodadas da primeira fase do estadual – contra Ferroviária, Capivariano e Audax –, o Peixe chegou à vitória somente nos 45 minutos finais.Foram dois gols pró e quatro contra no primeiro tempo, e nove gols feitos e apenas um sofrido no segundo.

As "oscilações", como define Dorival Júnior, preocupam. O técnico santista quer utilizar a semana cheia para corrigir os erros, antes da semifinal do Paulistão, no próximo fim de semana.

A oscilação acaba nos preocupando e temos que trabalhar para buscar as correções
Dorival Júnior, técnico do Santos

– No primeiro tempo contra o São Bento, fomos muito bem. Intensidade muito alta, criação de jogadas, aproximação e troca de passes. De repente, a oscilação acaba nos preocupando e temos que trabalhar para buscar as correções. Não podemos ficar propensos às situações (de gol) criadas pelo adversário, possibilitadas pelo nosso posicionamento tático – analisou Dorival.


O técnico ainda ressaltou que a equipe, por vezes, cria espaços ao adversário por causa de seu estilo incisivo de jogo.

– Nossa equipe joga muito vertical, e, em alguns momentos, atravessamos uma ou outra jogada, que poderia ser de troca de bola, com posicionamento consistente. Acabamos, às vezes, comprometendo a maneira como a equipe estaria distribuída para determinado lance, criando espaços em um momento ou outro do jogo. Pela velocidade da equipe, fica muito difícil. Ou você chega com essa velocidade e define resultados, ou compromete o momento da partida, deixando a impressão de vulnerabilidade, como aconteceu hoje, de maneira real. Coisas que não aconteceram em outras partidas – afirmou o treinador santista.

Para a semifinal do Campeonato Paulista, com adversário ainda indefinido, o Santos pode ter força máxima. Alison (com tendinite no joelho direito) e Paulinho (com edema na coxa direita) devem estar à disposição. Antes, o Alvinegro enfrenta o seu xará do Amapá pela Copa do Brasil, quinta-feira, com reservas.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: