No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 13 de setembro de 2015

Ponte Preta decide em 45 minutos e encerra sequência invicta do Santos


A Ponte Preta encerrou neste domingo a longa série invicta do Santos no Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio Moisés Lucarelli pela 25ª rodada da competição, a equipe campineira derrotou o time de Dorival Júnior por 3 a 1, com três gols no primeiro tempo para o time campineiro.

A equipe de Dorival Júnior vinha de dez jogos sem derrota no Brasileirão, com oito vitória e dois empates neste período. Com a derrota da manhã deste domingo, a equipe permanece com 37 pontos, mantendo-se ainda na briga pelo G-4 – o time é provisioramente o oitavo.

A Ponte, por sua vez, reage após seis jogos sem vencer - eram três empates e três derrotas na sequência. O time do técnico Dorival soma agora 31 pontos.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 3 X 1 SANTOS

Data: 13/09/2015 (domingo)
Horário: 11h00 (de Brasília)
Motivo: 25ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Público: não disponível
Renda: não disponível
Árbitro: Flávio Rodrigues de Sousa (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP)
Cartões amarelos: David Braz e Daniel Guedes (Santos); Josimar, Borges, Felipe Azevedo e Renato Chaves (Ponte)
Gols: Bady, aos 10 min do primeiro tempo; Ferron, aos 23 min do primeiro tempo; Borges, aos 44 min do primeiro tempo; Rafael Longuine, aos 44 min do segundo tempo

PONTE PRETA: Marcelo Lomba; Rodinei, Renato Chaves, Ferron e Gilson; Fernando Bob, Josimar (Elton), Bady (Juninho) e Felipe Azevedo; Biro Biro e Borges (Alexandro)
Técnico: Doriva

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes (Neto Berola), Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Lucas Otávio, Renato, Lucas Lima e Marquinhos Gabriel (Rafael Longuine); Gabriel (Leandro) e Ricardo Oliveira
Técnico: Dorival Júnior


FASES DO JOGO
1º tempo
Disposta a se recuperar da derrota em casa para o Vasco, a Ponte partiu para cima no começo do jogo, e não demorou a abrir o placar. Aos 10 min, Felipe Azevedo chutou de longe de obrigou Vanderlei a espalmar; no rebote, Biro Biro bateu para o gol e Vanderlei defendeu de novo, mas Bady apareceu e cabeceou para as redes. O Santos tentou reagir nas chances de Marquinhos Gabriel, aos 19 min, e Ricardo Oliveira, mas Marcelo Lomba defendeu ambas. Para piorar para os santistas, Ferron aproveitou mais um rebote de Vanderlei aos 23 min em cobrança de falta e ampliou de cabeça. Aos 44 min, Borges aproveitou uma bola que bateu na trave e fez o terceiro do time da casa.

2º tempo
Com o jogo praticamente decidido, a Ponte não diminuiu o ritmo e tentou pressionar com Bady, aos 4 min. O Santos, porém, reagiu e quase marcou com Gustavo Henrique, em cabeçada aos 10 min, e com Rafael Longuine, em chute à queima-roupa aos 35 min - nas duas chances, Marcelo Lomba defendeu. Vanderlei também apareceu bem, em chance cara a cara de Felipe Azevedo aos 23 min.

DESTAQUES


MELHORES
Marcelo Lomba, Ponte Preta
Em um time que fez 3 a 0 no primeiro tempo, dá para o goleiro ter sido o destaque? Dá, se ele tiver uma atuação como a de Marcelo Lomba. Após o intervalo, o camisa 1 salvou duas chances claras de gol do Santos e evitou que o Santos ressurgisse no jogo. O arqueiro teve seu nome gritado pela torcida.

PIORES
Daniel Guedes, Santos
O lateral tentou apoiar o ataque, mas foi mal demais na marcação e acabou sacado no intervalo. Vanderlei e David Braz também merecem menção (pouco) honrosa.

Uol Esporte

Um comentário:

:.tossan® disse...

A Macaca pescou e comeu Peixe cru logo no primeiro tempo.
Meio da tabela de novo?!
Kem jogou como o Santos joga na Vila foi a Ponte em Campinas.
Peixe, G4 fica mais difícil, estava quase la!
Próximo jogo na Vila na quarta tem o Galo!
Ainda bem que é na Vila, porque o Santos ganha quase nada fora de casa. Abraço