No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 26 de abril de 2015

Dudu perde pênalti, mas Palmeiras bate Santos e abre vantagem na final



O Palmeiras saiu na frente na busca pelo título do Paulistão. Com gol de Leandro Pereira, o time de Oswaldo de Oliveira venceu o Santos por 1 a 0 na tarde deste domingo (26), no Allianz Parque. Com recorde de público, o estádio ainda poderia ter visto o placar aumentar, mas Dudu desperdiçou cobrança de pênalti no segundo tempo. Por causa da infração, aliás, os santistas jogaram por 30 minutos com um a menos, com o zagueiro Paulo expulso. Não foi à toa que os visitantes deixaram o palco do jogo comemorando.

Sem Valdivia e Robinho (o santista), que não ficaram nem no banco por causa de lesão, o jogo foi burocrático, com o Santos marcando a saída de bola palmeirense apenas no meio-campo, permitindo que os zagueiros alviverdes ficassem mais com a bola. A válvula de escape, como sempre, foi Dudu, que aproveitou muito os espaços dados na lateral para infernizar a vida do rival. Do lado santista, a melhor jogada tinha Geuvânio partindo para cima de Zé Roberto. 

A taça conhece seu dono em 2015 no próximo domingo, na Vila Belmiro, também a partir das 16h. Vale destacar que o Santos não terá a vantagem do empate no placar agregado por ter sido o melhor time do campeonato na primeira fase. 

Fases do jogo: A partida começou amarrada, com o Santos atuando mais para não perder do que para buscar um gol. A marcação dos visitantes, aliás, começava apenas no meio-campo. Forçado por causa da lesão de Arouca, Oswaldo acabou colocando o time mais para frente com a entrada de Cleiton Xavier e deu certo. O camisa 8 deu um belíssimo passe pela direita, achou Lucas, que cruzou no pé de Leandro Pereira. Ele só desviou e abriu o placar. No fim da etapa inicial, o Palmeiras ainda chegou mais duas vezes com perigo. Em uma delas, Rafael Marques foi travado e reclamou de pênalti.

Na volta para o segundo tempo, os times voltaram sem seus treinadores, expulsos. Logo aos 10 minutos, Oswaldo viu, da arquibancada, Leandro Pereira sofrer pênalti em falta de Paulo, que foi expulso. Na batida, no entanto, Dudu acertou o travessão de Vladimir. O Santos se animou com o erro e passou a ir para cima do adversário, sempre na bola aérea. Victor Ramos e Vitor Hugo, no entanto, conseguiam segurar a pressão.

A alternativa palmeirense foi a entrada de Gabriel Jesus e Kelvin, nos lugares de Leandro e Robinho. O Palmeiras passou a aproveitar melhor o fato de ter um jogador a mais, mas não conseguiu converter isso em gols, para o desespero de seu torcedor. 

O melhor: Cleiton Xavier. Assim como já havia sido contra o Corinthians, o meio-campista mudou o jogo com a sua entrada. Foi ele que iniciou a jogada que deu o gol da vitória ao Palmeiras. Leandro Pereira, com um gol e um pênalti sofrido, também merece destaque.

O pior: Ricardo Oliveira. O atacante santista quase não apareceu no jogo. Geuvânio era a grande esperança de gols santistas. 

Para lembrar:
Expulsos! Palmeiras e Santos voltaram para o segundo tempo sem seus treinadores na beira do gramado. Oswaldo de Oliveira arranjou um espaço na arquibancada, mas ficou à frente dos torcedores palmeirenses, atrapalhando a visão do jogo. Após reclamações, o comandante foi para outro lugar sem atrapalhar os seus apoiadores.

Valdivia e Robinho só desfilaram. Os dois chegaram ao estádio e passaram apenas pela zona mista, com os trajes de um jogador comum. Depois de entrar no vestiário, no entanto, ambos foram cortados e nem foram ao campo. 

Que confusão, juizão! Vinicius Furlan marcou o pênalti de Paulo em cima de Leandro Pereira no segundo tempo. Ao correr para expulsar, ele deu para David Braz, que ficou enlouquecido. Depois, ele corrigiu o erro. 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 SANTOS

Data: 26 de abril de 2015, domingo
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Público pagante: 39.479
Renda bruta:R$ 4.181.281,25
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Vinicius Furlan
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior e Anderson Jose de Moraes Coelho
Cartões amarelos: Cleiton Xavier, Vitor Hugo, Gabriel e Victor Ramos (PAL); Lucas Lima (SAN)
Cartão vermelho: David Braz (SAN)
Gol: Leandro Pereira, aos 29 minutos do 1º tempo

PALMEIRAS: Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Zé Roberto; Arouca (Cleiton Xavier) e Gabriel; Dudu, Robinho (Kelvin) e Rafael Marques; Leandro Pereira.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

SANTOS: Vladimir, Victor Ferraz (Jubal), Paulo Ricardo, David Braz e Cicinho; Lucas Otávio, Renato, Chiquinho e Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel) e Ricardo Oliveira (Leandrinho)
Técnico: Marcelo Fernandes

Uol Esporte

Nenhum comentário: