No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Gabigol diz que falta sorte ao Santos, e Jean Mota lamenta desentrosamento


Lateral afirma que Cuca ainda está conhecendo as qualidades de cada jogador

Por Globoesporte

O atacante Gabriel afirmou que falta sorte ao Santos para superar a má fase que colocou a equipe à beira da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Na última quarta, o time comandado por Cuca jogou mal, mas conseguiu um empate em 1 a 1 contra o Ceará, em Fortaleza. O resultado deixou o Peixe na 15ª posição, com 18 pontos.

Gabriel foi barrado dos titulares nessa partida, mas entrou no segundo tempo. Ele teve pouca participação.

– A gente está trabalhando. Temos um grande time, grandes jogadores, grande comissão técnica. Vontade e força não faltam, falta um pouco de sorte, de capricho ali na frente pra fazer os gols e conseguir as vitórias – disse Gabigol, no desembarque da delegação santista no aeroporto de Congonhas.

Jean Mota conversou com os jornalistas na chegada do Santos em São Paulo (Foto: Leonardo Lourenço)

O atacante lamentou o pouco tempo de trabalho entre um jogo e outro – o time volta a campo no domingo, às 11h (de Brasília), contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

– A gente tem pouco tempo para trabalhar, agora com a chegada de novos companheiros ainda falta um pouco de entrosamento com eles.

Na janela de transferências atual, o Santos contratou três estrangeiros: o uruguaio Carlos Sánchez, o paraguaio Derlis González e o costarriquenho Bryan Ruiz, que foi o último a estrear, na etapa final do jogo contra o Ceará.

Jean Mota, que substituiu o suspenso Dodô na lateral esquerda em Fortaleza e foi o autor do gol santista, disse que as mudanças recentes – de jogadores e técnico – atrapalham a busca por entrosamento:

– Ainda estamos conhecendo o Cuca. No decorrer dos jogos ele vai ver como cada um gosta de jogar, a função de cada um – afirmou.

Nenhum comentário: