No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Santos tem dia decisivo por futuro de Jair Ventura e chegada de executivo



Presidente do Santos não garante Jair Ventura no cargo (Ivan Storti)

O Santos terá um dia de decisões importantes nesta quarta-feira: o Comitê de Gestão se reunirá à noite e há a expectativa pela assinatura do contrato de Ricardo Gomes para ser o executivo de futebol durante o dia.

O futuro de Jair Ventura será uma das pautas do encontro da diretoria. O técnico encontra resistência da maioria do colegiado e pode ser demitido. Caso isso ocorra, Zé Ricardo, que saiu do Vasco, é o possível substituto – o treinador está na mira do Botafogo depois da ida de Alberto Valentim para o futebol árabe. Abel Braga é bem visto, mas quer descansar após se desligar do Fluminense.

O CG pretende fazer um balanço do trabalho de Jair, elencando os prós e contras. Até o presidente José Carlos Peres, antes assíduo defensor de seu trabalho, não garante a permanência. O Peixe se classificou para as oitavas de final da Libertadores e quartas da Copa do Brasil, porém, é o 15º no Campeonato Brasileiro e tem 14 vitórias, sete empates e 14 derrotas na temporada.

Além da opinião dos nove membros do comitê, Jair Ventura deve ser avaliado por Ricardo Gomes. O alvinegro pretende ajustar os detalhes finais da contratação do profissional também nesta quarta, antes da reunião. O treinador de 53 anos está desempregado desde 2017, quando saiu do Al-Nasr, da Arábia Saudita. Ele foi um jogador de sucesso, gestor no Vasco e técnico de equipes como São Paulo, Flamengo, Fluminense e Botafogo. O acordo deve ser firmado por 12 meses.

E tem mais…

O Comitê de Gestão vai avaliar, primeiramente, opções acessíveis para reforçar o time, por empréstimo, aqueles livres no mercado ou os que possam vir por meio de investidores. O Santos quer definir contratações rapidamente para otimizar o período de treinamentos durante a Copa do Mundo na Rússia. Depois de 10 dias de descanso, o elenco se reapresentará na segunda-feira à tarde, no CT Rei Pelé.

No fim de julho, o Real Madrid pagará a primeira das duas parcelas por Rodrygo, no valor de 20 milhões de euros (R$ 86,6 mi). A segunda transferência será feita na apresentação do atacante na Espanha, em julho de 2019. Com essa quantia, o alvinegro quer quitar dívidas de curto prazo e aí sim procurar por atletas de peso no mercado.

Outra pauta será a necessidade de mais de 20 demissões em diversos departamentos. O planejamento do presidente Peres inclui desligar até aliados da eleição e amigos de longa data até o fim dessa semana. A ideia é despedir, realocar profissionais sem função e fazer poucas contratações para “arrumar a casa”. Uma minoria do CG é contra essa medida.

Nenhum comentário: