No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Em jogo das viradas, Santos vence Fla de novo e segue invicto no Pacaembu


Ricardo Oliveira decide em partida emocionante e mantém o Peixe na terceira posição: 3 a 2. Em quinto lugar, Rubro-Negro sofre a virada depois de Rodinei ser expulso

Numa virada emocionante nos últimos seis minutos do tempo regulamentar, o Santos bateu novamente o Flamengo, desta vez no Pacaembu - aumentando a invencibilidade para 23 jogos - 22 vitórias e um empate desde 2014 no estádio da capital paulista - e se manteve na terceira posição do Brasileiro, com 34 pontos. O Rubro-Negro permanece com 29 pontos, na quinta colocação.

O estádio paulista recebeu bom público - 24.707 pagantes (27.030 presentes), com renda de R$ 870.640,00 - em outra noite de muita emoção entre santistas e cariocas. Os gols do Peixe foram marcados por Bruno Henrique, Alison e Ricardo Oliveira - que não marcava pelo Santos desde o dia 23 de maio, na goleada por 4 a 0 sobre o Sporting Cristal, pela Libertadores. Marcaram para o Flamengo Éverton Ribeiro e Felipe Vizeu.

No domingo, o Santos enfrenta o Avaí, às 19h, na Ressacada, em Florianópolis (SC). O Rubro-Negro carioca recebe o Vitória, na Ilha do Urubu, na manhã de domingo (11h), no Rio de Janeiro (RJ).


Alison comemora o gol pelo Santos: foi apenas o segundo gol do volante com a camisa santista. O primeiro foi no Brasileiro de 2014 (Foto: Marcos Ribolli)


Primeiro tempo

No terceiro confronto entre as equipes na temporada (uma vitória para cada lado na Copa do Brasil, que teve os cariocas classificados), os times fizeram partida tão aberta quanto a da semana passada na Vila Belmira. Copete, que marcou duas vezes na Vila semana passada, desta vez foi bem marcado. Quem deu mais trabalho pelo Peixe foi Bruno Henrique, que levou vantagem em quase todas as jogadas sobre Rodinei. O lateral rubro-negro levou cartão amarelo com 14 minutos de jogo e terminaria expulso - o que foi determinante para o resultado da partida.

A primeira etapa terminou 0 a 0, mas com boas chances para o Flamengo. Guerrero perdeu uma chance dentro da pequena área - e saiu pouco depois sentindo a coxa direita. Uma cabeçada de Juan, um chute de Diego e outro de Vizeu no fim do primeiro tempo por pouco não deixaram o Fla ir para o intervalo com a vantagem no placar.

Segundo tempo

Uma cobrança de escanteio de Vanderlei, aos 8 minutos do segundo tempo, começou a mudar a história da partida. Lucas Veríssimo cabeceou na disputa com Vizeu, a bola sobrou para Ricardo Oliveira chutar prensado. Na sobra, Bruno Henrique bateu Diego Alves: 1 a 0 para o Santos.

O Flamengo reagiu rápido. Três minutos depois, Rodinei tocou no meio para Éverton Ribeiro, que fintou Jean Mota e chutou no ângulo. A bola desviou de leve no volante santista: 1 a 1 no placar. O Santos ameaçou com Ricardo Oliveira na bola parada, e o Flamengo por muito pouco não virou, quando Everton cruzou e Felipe Vizeu perdeu embaixo da trave.

Melhor na partida àquela altura, o Flamengo teve Rodinei expulso aos 27 minutos, quando o defensor errou antecipação sobre Jean Mota e fez a falta. O Peixe foi para cima com tudo e conseguiu o empate num chutaço de Alison, aos 39 minutos. No fim, Daniel Guedes cruzou na cabeça de Ricardo Oliveira. O atacante testou firme e virou a partida: 3 a 2 para o Santos.

Nenhum comentário: