No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Caju é reprovado em exames no Lille e pode voltar ao Santos

Lateral foi diagnosticado na França com problema crônico no púbis e deve retornar ao Brasil

Do Estadão Conteúdo

Lille deve desistir da contratação de Caju por conta de seus problemas físicos (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Antes prestes a ser confirmado como reforço do Lille, o lateral-esquerdo Caju corre o risco de ver a sua transferência do Santos para o time francês não acontecer por causa de problemas físicos. Os jogador foi reprovado nos primeiros exames médicos necessários para assinatura do acordo e agora o clube europeu está repensando a sua contratação, que passou a ficar pendente de um tratamento cujo resultado deverá definir se a transação poderá ser concluída.

Os exames realizados por Caju na França apontaram diferentes anormalidades que colocam em xeque a contratação do lateral. Um delas é a de que o lateral teria um problema crônico no púbis, assim como os testes concluíram que há uma diferença considerável de força entre uma perna e outra do atleta, que para completar ainda vem de um histórico recente de duas lesões musculares sofridas em 2017, uma de grau 3 na coxa e outra de grau 1 na panturrilha.

Caju já se via prestes a ser oficializado como reforço do Lille, que há menos de uma semana anunciou o volante Thiago Maia, também do Santos, como nova contratação do time. Naquela ocasião o clube francês não revelou os detalhes financeiros da transação e apenas explicou que o jogador assinou um contrato válido pelas próximas cinco temporadas. Mas as informações dão conta de que o Lille desembolsou 14 milhões de euros (aproximadamente R$ 52 milhões) para tirá-lo do Santos.

No Lille o volante passou a ser comandado pelo técnico argentino Marcelo Bielsa e a ter a companhia de outros dois jogadores brasileiros, casos de Thiago Mendes e Luiz Araújo, ambos recém-contratados juntos ao São Paulo.

Caju, no caso, seria o quarto atleta do Brasil a reforçar o atual elenco do time francês e, diferentemente de Thiago Maia, chegou à França para ser contratado por empréstimo de um ano, enquanto o seu compatriota foi adquirido de forma definitiva.

Nenhum comentário: