No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Levir diz não entender anulação de pênalti na Vila

Técnico do Santos fala em coisas inexplicáveis após decisão do árbitro Leandro Pedro Vuaden

Da Redação, com Estadão Conteúdo 


Levir diz não ter entendido comportamento da arbitragem na Vila (Foto: Thiago Bernardes/FramephotoEstadão Conteúdo)

O jogo entre Santos e Flamengo, na Vila Belmiro, nesta quarta-feira, ainda estava 1 a 1, nos últimos minutos do primeiro tempo - no fim, o time santista venceu por 4 a 2, só que não evitou a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil -, mas um lance polêmico deu o que falar. Bruno Henrique foi derrubado na entrada da área por Réver. O árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden assinalou a penalidade de imediato. A decisão, contudo, durou apenas dois minutos, pois ele consultou o quarto árbitro e voltou atrás. Não marcou nem falta.

"Jogo teve coisas inexplicáveis. O que me causou surpresa foi eu estar no meio-campo e não perceber nada. Só vi que nosso jogador caiu. Gostaria de saber a condição do quarto árbitro que estava do meu lado. Qual a força que ele tem para dizer que não foi pênalti?", indagou o técnico Levir Culpi na entrevista coletiva após o jogo.

"Quarto árbitro estava muito mais longe do que o primeiro árbitro e viu o pênalti? Não entendi. Como ele pode ter visto? Os árbitros poderiam dar uma entrevista para explicar. Bandeirinha foi para trás, o árbitro estava perto, estranhei. Eu gostaria de uma explicação técnica da arbitragem", completou o treinador santista.

Na saída do campo, o zagueiro David Braz estava muito irritado com a arbitragem. "Só faltou o árbitro colocar a camisa do Flamengo. Todo mundo viu. Quarto árbitro estava muito longe, não vem querer enganar, não", reclamou.

Nenhum comentário: