No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Apostando nos contra-ataques, Santos bate Vitória e encosta no topo


Nos últimos dois anos, o torcedor do Santos se acostumou a ver um time mantendo a posse de bola e sempre buscando a troca de passes para alcançar as conquistas. Porém, esqueça isso no Peixe comandado por Levir Culpi. Pelo menos foi isso que os santistas acompanharam nesta quarta-feira, diante do Vitória, no Barradão. Apostando bastante nos contra-ataques rápidos, o Alvinegro Praiano contou com a inspiração dos velozes Copete, com dois gols, e Bruno Henrique, com duas assistências, para conquistar o triunfo por 2 a 0 e embalar no Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o alvinegro chegou aos 16 pontos, assumiu a terceira colocação e colou nos líderes Grêmio (19) e Corinthians (20). Já o Leão, por sua vez, teve sua sequência de ter jogos sem derrota, estacionou nos oito pontos e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

As duas equipes voltam a entrar em campo no próximo final de semana. No sábado, às 19h (de Brasília), o Santos recebe o Sport, na Vila Belmiro. Já no domingo, às 16h, o Vitória visita o Atlético-PR, em Curitiba.

Veloz, Peixe abre o placar
O duelo até começou equilibrado no Barradão. Jogando em casa, o Vitória tentava sair jogando, enquanto o Santos postava-se no campo de defesa, esperando por um bom contra-ataque. E ele veio aos 16 minutos. Em velocidade, Vitor Bueno deu belo passe entre os zagueiros para Copete. O colombiano ficou na frente de Fernando Miguel, mas não conseguiu descolar o goleiro e a bola foi para escanteio.

Após a cobrança, Bueno pegou a sobra do lado esquerdo e cruzou para Lucas Veríssimo. O zagueiro testou firme e a redonda tirando tinta da trave do Leão.

O Vitória respondeu aos 20 minutos. A jogada até parecia perdida. Porém, uma verdadeira lambança de Alison, que fazia sua estreia em 2017, quase fez os baianos abrirem o placar no Barradão. Após cruzamento de David, o volante furou e Kieza bateu firme. Vanderlei salvou no reflexo. No rebote, o substituto de Thiago Maia tentou afastar, mas chutou em cima de Lucas Veríssimo e a bola quase entrou no gol.

Apostando na velocidade, o Santos não se intimidou com a chance desperdiçada pelo Leão e chegou com perigo mais uma vez. Aos 29, Copete recebeu pelo lado esquerdo e mandou para Bruno Henrique. Livre na área, atacante mandou para fora.

Quatro minutos depois, porém, a velocidade da dupla de pontas do Peixe foi fatal. Bruno Henrique roubou a bola na direita, avançou por todo o gramado e tocou para Copete na entrada da área. E se o companheiro de ataque desperdiçou grande oportunidade momentos antes, o colombiano teve categoria para bater de chapa e abrir o placar no Barradão.

Vitória pressiona, mas Santos vence
Assim como na primeira etapa, o Santos voltou do intervalo recuado e apostando nos contra-ataques. O único problema é que o Vitória, atrás no marcador, retornou com Neílton no lugar de Leandro Salino e partiu com tudo em busca do empate.

Aos 4 minutos, Geferson tentou um cruzamento da esquerda, mas acabou mandando direto para o gol. Vanderlei, no reflexo, afastou a bola. Na jogada seguinte, Uillian Correia mandou uma bomba da entrada da área e assustou o goleiro santista.

A pressão dos donos da casa continuou. Aos 13, Neílton foi derrubado por David Braz dentro da área. O jogadores do Leão reclamaram muito de pênalti, mas a arbitragem mandou seguir.

Na sequência do lance, novamente apostando nos contra-ataques, Bruno Henrique recebeu de Vitor Bueno e só parou no goleiro Fernando Miguel.

O segundo tempo inteiro seguiu nessa toada, com o Vitória se lançando ao ataque e o Santos buscando o gol em um contragolpe. E quando parecia que o Leão chegaria ao empate, o Peixe conseguiu a tão esperada jogada para ‘matar’ o jogo.

Aos 31 minutos, Bruno Henrique ganhou do zagueiro Fred no lado direito e tocou para Copete. Completamente livre, o colombiano teve tempo para dominar e empurrar para o fundo das redes, marcando o segundo dele no jogo, o quinto em três jogos contra o time baiano.

Com o 2 a 0 no placar, o Vitória praticamente se entregou em campo e o Santos apenas administrou o resultado nos minutos finais. No último lance, ainda

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 0 X 2 SANTOS

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA)
Data: 21 de junho de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Helton Nunes (SC)
Público: 8.179
Renda: R$ 112.189,00
Cartões amarelos: VITÓRIA: Neílton, Geferson. SANTOS: David Braz.

GOLS:
SANTOS: Copete, aos 33 do 1T, e aos 31 do 2T

VITÓRIA: Fernando Miguel; Leandro Salino (Neílton), Kanu, Fred e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Patric e Gabriel Xavier (Todinho); David (André Lima) e Kieza.
Técnico: Alexandre Gallo

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Alison (Léo Cittadini) e Vitor Bueno (Rafael Longuine); Copete (Arthur Gomes), Bruno Henrique e Kayke.
Técnico: Levir Culpi
Gazeta Esportiva

Nenhum comentário: