No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 23 de maio de 2017

Santos quer vitória para fechar fase de grupos na liderança


Jogo desta terça-feira acontece na Vila Belmiro diante do Sporting Cristal e Peixe não terá Lucas Lima, contundido

O discurso no Santos é esquecer a classificação antecipada na Copa Libertadores, obtida com o empate por 1 a 1 contra o The Strongest, na semana passada, em La Paz, e jogar para vencer o Sporting Cristal, do Peru, na partida que fecha a participação do time brasileiro na fase de grupos da competição continental, nesta terça-feira, às 21h45, no estádio da Vila Belmiro, em Santos.

O resultado diante do lanterna da chave será importante para que a equipe santista garanta a liderança do Grupo 2 sem depender da partida entre Independiente Santa Fe, da Colômbia, e The Strongest, da Bolívia, em Bogotá, também nesta terça-feira e no mesmo horário. O Santos tem nove pontos, os bolivianos somam oito, os colombianos e o Sporting Cristal apenas dois.


A vitória diante do Coritiba, no último sábado, em casa, pelo Campeonato Brasileiro, deu tranquilidade ao técnico Dorival Júnior em termos de competição nacional após a estreia com derrota para o Fluminense (3 a 2, no Rio). No entanto, o jogo provocou uma baixa muito sentida por todos no clube.

Lucas Lima sentiu a perna logo nos primeiros minutos da partida e, nesta segunda-feira, o departamento médico do clube confirmou após a realização de exames, uma lesão no músculo posterior da coxa direita, lesão que deve tirar o meia do time pelo menos dos próximos dois jogos da equipe. O jogador também deverá ser cortado da seleção brasileira para os amistosos contra Argentina e Austrália, nos dias 9 e 13 de junho, em Melbourne.

Para o lugar do meia, Dorival Júnior escolheu Vladimir Hernández. Atacante de origem, o colombiano tem treinado como armador e, para a comissão técnica, reúne as características necessárias para substituir o camisa 10 do Santos. Outra alteração será a entrada, no ataque, do também colombiano Jonathan Copete no lugar de Bruno Henrique, expulso na partida contra o The Strongest.

O cansaço pelo excesso de jogos e competições em que o Santos está envolvido (Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores) é outro desafio a ser superado na partida desta terça-feira, de acordo com o meio-campista Thiago Maia. Na visão dele, também será preciso evocar o "espírito de Libertadores".

O jogador, autor do gol santista na partida entre os times disputada em Lima - empate em 1 a 1 na estreia do time paulista na competição -, sonha em marcar mais uma vez com a camisa alvinegra. "A gente joga com a mesma responsabilidade, como se estivéssemos brigando pela classificação. Vai ser um jogo muito importante, difícil. Não adianta jogar bem e perder. Sabemos que o jogo vai ser muito difícil. E eu vou ficar muito feliz se fizer mais um gol", projetou.

O Santos é o único time brasileiro invicto nesta edição da Libertadores. Todos os demais rivais (Palmeiras, Atlético Mineiro, Grêmio, Botafogo, Chapecoense e Atlético Paranaense) já foram derrotados. O Flamengo foi o primeiro clube brasileiro a ser eliminado do torneio nesta fase. Estadao Conteúdo

Nenhum comentário: