No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Santos goleia o Cristal e garante a primeira colocação do grupo na Libertadores


Na Vila Belmiro e com dois gols de David Braz, Peixe atropela peruanos e conquista vantagem de decidir em casa nas oitavas; Conmebol sorteará duelos do mata-mata no dia 14 de junho

Contra um rival que já entrou em campo sem objetivos, o Santos cumpriu bem sua missão na Vila Belmiro, na noie desta terça-feira: goleou o Sporting Cristal por 4 a 0, com dois gols do zagueiro David Braz, e garantiu a primeira colocação do Grupo 2 da Libertadores.

Com a vitória, o time de Dorival Júnior encerrou a fase de grupos com 12 pontos, à frente de The Strongest (9) e Santa Fe (8) – os bolivianos avançam, os colombianos jogarão a Sul-Americana – e do Cristal (2), lanterna. A liderança dá aos brasileiros a vantagem de decidir as oitavas de final em casa.

Ao contrário das outras edições, quando o cruzamento do primeiro mata-mata era definido a partir da pontuação das equipes, neste ano a Conmebol sorteará os confrontos – sempre entre os primeiros contra os segundos colocados de cada grupo. A definição será no dia 14 de junho. As oitavas começam em julho, apenas.

Agora o Santos foca no Brasileiro: no domingo, enfrenta o Cruzeiro, às 16h, na Vila Belmiro. Assim como no jogo contra o Sporting Cristal, Dorival Júnior não terá o meia Lucas Lima, que se recupera de uma lesão na coxa.


Ricardo Oliveira comemora o segundo gol do Santos contra o Cristal (Foto: Futura Press)

O jogo

Sem o peso de ter que conquistar um resultado para continuar vivo na Libertadores – a classificação para as oitavas já havia sido sacramentada na rodada anterior –, o Santos começou o duelo contra o Cristal marcando os peruanos no campo de ataque. Contra um rival desinteressado, os gols alvinegros saíram sem grande força.

No primeiro, aos 19 minutos, Ricardo Oliveira, que havia acertado a trave minutos antes, cobrou falta, e Viana espalmou para o meio da área. David Braz aproveitou o rebote e abriu o placar. Pouco depois, o goleiro dos visitantes saiu jogando com os pés, Vitor Bueno desviou e a bola sobrou para Ricardo Oliveira, que bateu para ampliar.

Com a vantagem e sem ser incomodado, o Santos voltou para o segundo tempo em ritmo mais lento. Mesmo sem apertar muito, chegou ao terceiro, aos 21 minutos. Vitor Bueno fez linda jogada, com dribles sobre Cazulo e Viana, mas teve o passe para Kayle interceptado. A bola então voltou ao próprio Vitor Bueno, que só empurrou.

David Braz, que já tinha feito o gol da vitória sobre o Coritiba, pelo Brasileiro, no último sábado, ainda fez outro, aos 26, o segundo dele nesta terça-feira, o quarto do Santos. Em cobrança de escanteio, Renato desviou e Braz fez. Fácil. GE

Nenhum comentário: