No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 7 de maio de 2017

Com sequência dura pela frente, Santos vai escolher um jogo para preservar titulares


Peixe pode escalar alguns dos reservas contra o Paysandu, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, ou contra o Fluminense, na estreia do Campeonato Brasileiro 

Com uma maratona pela frente, o Santos estuda escolher uma partida para preservar parte dos titulares. O Peixe enfrentará o Paysandu no dia 10, em Belém, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o Fluminense no dia 14, no Maracanã, pela estreia do Campeonato Brasileiro, e o The Strongest, dia 17, em La Paz, na Bolívia, pela Libertadores. Três viagens em uma semana. 

A comissão técnica vai conversar com os jogadores para decidir entre poupar alguns jogadores contra o Papão, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, ou diante do Fluminense, na estreia do Campeonato Brasileiro, em jogo às 11h. 

Com os 2 a 0 de vantagem obtidos na Vila Belmiro, o Alvinegro poderia escalar reservas no estádio Mangueirão, mas, por ser mata-mata e o elenco estar descansado seis dias depois da vitória por 3 a 2 sobre o Santa Fe, no Pacaembu, a tendência é optar por time misto somente no Rio de Janeiro. 


Dorival Júnior deve poupar titulares do Santos contra o Fluminense, na estreia do Campeonato Brasileiro (Foto: Marcos Ribolli) 

Em entrevista coletiva antes de vencer por 2 a 0 e ficar perto da classificação, o técnico Dorival Júnior deu a entender que teria força máxima em Belém e que poderia poupar no Rio de Janeiro. A definição será tomada nos próximos dias. 

– A partida em Belém será a primeira da sequência. E o jogador não gosta de ficar parado. Não é o ideal, jogador não gosta. Se Belém fosse no meio (assim como o Fluminense), poderia ser assim (poupar), com time forte e algumas alterações. Não vejo a situação para a primeira partida fora – disse Dorival. 

Além dos três jogos fora em uma semana, o Santos se preocupa com a altitude de La Paz na partida contra o The Strongest, a última da maratona. Com os 3.600 metros acima do nível do mar, o elenco terá de estar em ótimas condições físicas. Uma vitória na Bolívia classifica o Peixe para as oitavas de final da Libertadores com uma rodada de antecedência. GE

Nenhum comentário: