No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 18 de abril de 2017

Santa Fe vive má fase, mas Dorival o vê como rival mais difícil do grupo do Santos


Adversário desta quarta-feira, pela Libertadores, é apenas o sexto colocado no Campeonato Colombiano, mas briga pela liderança do grupo no torneio continental

Rival do Santos na terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, nesta quarta-feira, o Santa Fe é o atual campeão colombiano, mas passa por um momento de desconfiança. Os resultados ruins, porém, não iludem o técnico Dorival Júnior, que aponta a equipe colombiana como o principal adversário alvinegro por uma vaga nas oitavas de final.


O treinador assistiu a vários jogos do Santa Fe e constatou que a equipe se defende com uma linha de cinco homens, outra com quatro no meio-campo e um jogador no ataque. Com a posse de bola, o time privilegia o passe e as triangulações, com pouca ligação direta.


Dorival Júnior gosta do estilo do Santa Fe (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Santos e Santa Fe farão dois confrontos seguidos: o desta quarta, 21h45 (de Brasília), em Bogotá; a volta, no dia 4 de maio, deve ser disputada no estádio do Pacaembu, em São Paulo. Se alguém terminar esses duelos com seis pontos, terá praticamente garantido um lugar no mata-mata.

O time brasileiro lidera o Grupo 2, com quatro pontos após empate com o Sporting Cristal (Peru) e vitória sobre o The Strongest (Bolívia). O colombiano está logo atrás, um ponto a menos, com uma derrota para os bolivianos e um triunfo contra os peruanos.

No Campeonato Colombiano, o Santa Fe não empolga. Após 13 rodadas, é o sexto colocado, com 19 pontos – 13 a menos que o Atlético Nacional, líder da competição. A vitória sobre o Bucaramanga no último final de semana, por 1 a 0, encerrou uma sequência de três derrotas consecutivas.

O jornal "El Tiempo", na edição de segunda-feira, afirmou que o resultado conquistado no estádio El Campín, diante de apenas 11.762 pessoas, foi "sofrido". A equipe já não é mais "uma máquina de defender", e ataca com o "freio de mão puxado".


Copete passou informações do Santa Fe a Dorival (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

O Santos buscou informações sobre o Santa Fe com os colombianos que integram o elenco praiano, Copete e Vladimir Hernández. A dupla elogiou o gramado do El Campín e disse que a altitude de pouco mais de 2.600 metros não causa grande efeito.

– É bem difícil jogar na casa deles porque a torcida empurra muito, mas nós sabemos o que precisamos fazer para jogar bem e, se possível, voltar ao Brasil com a vitória – afirmou Copete, que defendeu o Santa Fe entre 2011 e 2012 e depois novamente em 2014, antes de se transferir para o rival Atlético Nacional, de Medellín.

– O Santa Fe é um dos grandes da Colômbia e as partidas sempre eram bem equilibradas. É aquele típico jogo que todo atleta quer jogar porque sabe a importância de uma vitória. Eles costumam dar prioridade ao toque de bola e sempre jogam de maneira bem ofensiva, parecido ao estilo do Santos. Será uma partida bonita de ver e de jogar – completou o atacante. Globoesporte

Nenhum comentário: