No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 4 de abril de 2017

Herói em virada histórica, Giovanni dá conselho à torcida do Santos

Ex-camisa 10 foi protagonista na vitória sobre o Flu na semifinal no Brasileirão de 1995, no Pacaembu, e faz lobby para torcida comparecer na decisão contra a Ponte Preta


Giovanni posou ao lado de Ricardo Oliveira no CT Rei Pelé (Foto: Divulgação)

Decisão do Santos no Pacaembu. A sentença torna inevitável que venha à lembrança um dos jogos mais marcantes da história do Peixe, no próprio Estádio Paulo Machado de Carvalho: a vitória por 5 a 2 sobre o Fluminense na semifinal do Brasileirão de 1995, com Giovanni como protagonista. Por isso, o Peixe decidiu levar ao CT Rei Pelé o Messias na semana que antecede a partida de volta das quartas de final do Paulistão contra a Ponte Preta, precisando de pelo menos dois gols de diferença para se classificar (se a vantagem for de apenas um gol a decisão será nos pênaltis).

O ex-camisa 10 conversou com alguns dos atletas, mas o maior conselho dado pelo vice-campeão brasileiro de 1995 foi para a torcida.

- O que o jogador quer é ver o estádio cheio, vibrando e dando apoio. Não adianta jogar aqui na Vila para 3 mil pessoas. É melhor ver 20 mil pessoas no Pacaembu do que 3 mil aqui. Isso dá mais gás para correr atrás do resultado - comentou.

- Os caras estão muito tranquilos. Não falamos de futebol. Vim aqui para rever os atletas, dar um apoio moral. Dorival é um cara que sabe encontrar todas essas emoções. Trabalhei com ele em 2010. É um técnico muito calmo, que vai trabalhar durante a semana para que na segunda-feira entre com tudo - finalizou.

Em 1995, o Peixe perdeu o jogo de ida da semifinal por 4 a 1, no Maracanã. Na volta, venceu o Fluminense por 5 a 2 com dois gol de GIovanni. Na ocasião, o time do Santos permaneceu no gramado durante o intervalo e acabou aplaudido pela torcida, que cantou durante todo o tempo. lANCE

Um comentário:

:.tossan® disse...

Saudades de Giovanni,
pena que envelhecemos.
Abraço