No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Com 17 vitórias seguidas no Pacaembu, Santos joga por vaga e para quase dobrar público e renda no Paulista




O Santos tem missão complicada nesta segunda-feira: precisa reverter a derrota sofrida para a Ponte Preta por 1 a 0 no jogo de ida das quartas de final do Paulista. Para tanto, apostará no Pacaembu, estádio onde exibe retrospecto impecável e leva muito mais torcida - além de faturar bastante.

A partida, que ocorre às 20h (de Brasília), deverá ter casa cheia. Dos 38 mil ingressos colocados à venda, quase 30 mil já tinham sido adquiridos até o último sábado. A empolgação da torcida na capital paulista é contrastante com a assistência pequena na baixada santista.

Em seis jogos neste campeonato estadual, o Santos levou menos de 45 mil pessoas no total à Vila Belmiro. A média não chega aos 8 mil pagantes por rodada. De uma vez só, pode quase igualar esse público na partida de volta do mata-mata.

Quando o assunto é dinheiro, a diferença fica ainda maior. Somadas, as rendas brutas do clube alvinegro no seu estádio totalizam pouco mais de R$ 1,5 milhão no Paulista. Com esta partida no Pacaembu, a receita pode até bater este número.

O ingresso médio do Santos no campeonato é de R$ 34. Multiplicado este valor por 38 mil pagantes, a renda pode alcançar 1,3 milhão. E o ticket médio nesse jogo decisivo, inclusive, deverá sair mais caro.

A força da torcida paulistana tem feito bem ao Santos. Em 2017, os comandados de Dorival Júnior já atuaram duas vezes no Pacaembu. Na primeira partida do ano, golearam por 5 a 1 o Kenitra, do Marrocos, em amistoso assistido por 15 mil pessoas. Como visitantes, venceram o Red Bull-SP por 3 a 2 no estádio, para 20 mil pagantes.

Nas últimas 17 partidas no Paulo Machado de Carvalho, o time alvinegro venceu todas. O revés mais recente aconteceu na primeira partida da final estadual de 2014, há três anos, quando saiu derrotado pelo Ituano por 1 a 0.

Apesar do excelente retrospecto, a diretoria santista não costuma mandar muitos jogos na capital. A última partida oficial em que foi dono da casa no Pacaembu aconteceu em setembro do ano passado, no triunfo por 3 a 2 sobre o Santa Cruz pelo Campeonato Brasileiro. A arquibancada, como de costume, correspondeu: 28 mil presentes.

São Paulo não é a casa do Santos com tanta frequência. Porém, o duelo desta segunda-feira parece uma excelente oportunidade para usar a força da torcida paulistana na tentativa de reverter a desvantagem diante da Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS X PONTE PRETA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 10 de abril de 2017, segunda-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Bruno Henrique, Vitor Bueno e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Yago e Reynaldo; Jádson, Elton e Wendel (Renato Cajá); Clayson, Lucca e Pottker. Técnico: Gilson Kleina
ESPN

2 comentários:

:.tossan® disse...

O que o Dorival Junior e o time todo deve fazer é entrar em campo pra ganhar a vaga pra final, assim calar a boca desses repórteres e a minha também. Abraço

:.tossan® disse...

Depois de 63 anos de Vila Belmiro eu sinto que coisas não estão bem. Essa torcida de garotada não conhece nada de Santos. Tem que ter alma de santista. Seus porcarias me tirem Dorival agora. Abraço