No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 23 de março de 2017

Vitor Bueno faz gol, chora e comemora atuação após críticas: "Fui contestado"


Camisa 7 do Santos volta a balançar as redes após cinco jogos em vitória sobre o São Bento; jogador agradece confiança do técnico Dorival Júnior

Vitor Bueno não conseguiu conter a emoção ao marcar o primeiro gol do Santos na vitória por 2 a 0 sobre o São Bento, nesta quarta-feira, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela décima rodada do Campeonato Paulista. O gol encerrou um jejum de cinco jogos sem balançar as redes.

As lágrimas tinham motivo. O atacante vive momento difícil no Peixe. Revelação do Campeonato Brasileiro do ano passado, o camisa 7 não conseguiu manter as boas atuações em 2017. No último domingo, na derrota do Santos em clássico contra o Palmeiras na Vila Belmiro, perdeu um gol feito.

A torcida pegou no pé e chegou a pedir para o técnico Dorival Júnior tirá-lo da equipe titular. O treinador, no entanto, bancou o jovem, que aproveitou a chance.

– Fui contestado nas redes sociais. Procuro absorver, e no jogo pude mostrar o valor. Agradeço ao Dorival pela confiança. Sempre me ajudou. Hoje está a prova: jogamos bem e fui premiado com o gol e a vitória – disse Vitor Bueno após a partida contra o São Bento.

– Houve melhora (no meu desempenho). Fiz um, dois jogos mal, torcida pegou no pé. Quem está em time grande está sujeito a isso. Conseguimos a vitória, pude voltar a fazer gol e ajudar o time.

A vitória fora de casa levou o Santos à primeira colocação do grupo D, com 16 pontos. O Alvinegro volta aos treinamentos na tarde desta quinta-feira, no CT Rei Pelé. No próximo sábado, enfrenta o Santo André no ABC pela penúltima rodada da fase de grupos do estadual. Globoesporte

Um comentário:

José Natal Peixoto disse...

O que o atleta tem que ter consciência é que há uma relação de paixão entre a torcida e o time. Não se admite um clube de tantas glórias, com o peso de sua camisa colecionar maus resultados sequentemente. O torcedor sofre, cobra, numa relação de paixão. E o atleta após péssimas atuações faz um gol, ganha o jogo, também não responde à torcida que as criticas eram injustas? O atleta está vestindo a camisa do santos e tem que entender essa relação de paixão. O importante é que agora só dependemos de nós. Avante! Vamos nos classificar. Felicidade quando ganha e infelicidade quando perde é d relação passional. Parabéns ao Peixe, estamos contentes.