No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 7 de março de 2017

Santos corre para regularizar Hernández e tê-lo na Libertadores


O imbróglio envolvendo Vladimir Hernández deve finalmente ser encerrado nesta terça-feira. O colombiano assinou na última segunda um contrato definitivo com o Santos, documento virtual junto à Federação Paulista, que possibilitará sua inscrição no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Após mais de três meses de ‘novela’ com o Junior Barranquilla, ex-clube do atacante, o Peixe está recebendo do clube colombiano o TMS, outro registro necessário para regularização junto às federações. Agora, o departamento jurídico do alvinegro corre contra o tempo para inscrever Hernández na Libertadores.

O período de inscrições para a primeira fase da competição continental termina nesta terça-feira e se o Santos não conseguir cadastrar o atacante, ele só poderá entrar em campo caso a equipe comandada por Dorival Júnior avance para as oitavas de final. A comissão técnica, por sua vez, espera contar com Hernández para a estreia no torneio, que acontece nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), contra o Sporting Cristal, no Peru. Na última segunda-feira, o treinador chegou a utilizá-lo em um treino tático ao lado dos titulares

Apesar da corrida para inscrever o colombiano na Libertadores, a situação dele no Campeonato Paulista é bem mais tranquila. Mesmo com o período de inscrições no Estadual tendo acabado na última sexta, o Santos irá colocá-lo na vaga do lesionado Caju.

O impasse com o Junior Barranquilla, ex-clube de Hernández, surgiu após o Peixe atrasar a primeira das três parcelas no valor de 680 mil dólares (cerca de R$ 2 milhões). Por conta desse atraso, o time colombiano exigiu garantias bancárias antes de liberar a documentação do atleta.

Apesar do registro atrasado, Hernández tem agradado Dorival Júnior. No amistoso contra o Kenitra, do Marrocos, no último dia 28 de janeiro, o colombiano foi o grande destaque, marcando um golaço de bicicleta e dando uma assistência para Thiago Ribeiro fechar a goleada por 5 a 1, no Pacaembu. Gazeta Esportiva

Nenhum comentário: