No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 3 de março de 2017

Reforço mais caro do Santos impõe nova liderança e "sobra" até para Dorival



O atacante Bruno Henrique, reforço mais caro da gestão do presidente Modesto Roma no Santos (custou R$ 13,5 milhões), ainda não brilhou com a bola nos pés. No entanto, o atleta começa a se destacar por sua liderança entre os jogadores no elenco santista. O UOL Esporte apurou que o jogador cobra e incentiva bastante os companheiros de time.

Até a sua chegada, Ricardo Oliveira e David Braz eram os atletas que se destacavam pela liderança na Vila Belmiro. Bruno Henrique não esconde o seu perfil em entrevistas coletivas. Nesta semana, sobrou até para o técnico Dorival Júnior. Isso porque o atacante cobrou sequência de jogos para se adaptar ao esquema tático do comandante.

"Para estar apto para jogar no Santos, do jeito que o Dorival joga, você tem que estar jogando. Eu estava entrando em poucos jogos, como titular você pega mais o ritmo do que se entrar pouco. Contra o Botafogo foi diferente", cobrou Bruno Henrique.

"No último jogo senti cãibra porque não vinha jogando na Europa. Quando se entra por dez ou 15 minutos não se tem as mesmas oportunidades. Não é o suficiente para eu mostrar o que posso dentro de campo", completou.

Nos bastidores do jogo contra o Botafogo, divulgado pela Santos TV, Bruno Henrique puxa a fila no discurso de vestiário para os atletas e ainda recebe elogios de Ricardo Oliveira.

"Mandem lá em cima (bola) para a gente correr, brigar. Tenho certeza, se a gente fizer isso, vamos fazer o que a gente fez contra o Linense, e que nos outros jogos não aconteceram, tenho certeza, que hoje vai acontecer"

Em seguida, o atacante Ricardo Oliveira concorda com o discurso do companheiro: "Não preciso falar mais nada, já foi falado tudo aqui. Eu fico com as palavras do Bruno", disse o capitão, batendo no peito de Bruno Henrique.

Até o momento, Bruno Henrique jogou 150 minutos em cinco jogos com a camisa do Santos. O atacante foi titular somente na vitória contra o Botafogo no último final de semana, na Vila Belmiro. Antes disso, ele havia entrado no decorrer das partidas contra Red Bull, Ferroviária, São Paulo e Ituano. Uol

Um comentário:

:.tossan® disse...

Muito caro. Não vale nem 1/3
do que estão pagando. Hernández
e Vitor Bueno dão de goleada em
Bruno Henrique. Abraço