No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 8 de março de 2017

Com numeração diferente, Santos inscreve 30 atletas na Libertadores



Após embarcar para Lima, no Peru, onde fará sua estreia na Libertadores, contra o Sporting Cristal, na próxima quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), o Santos também divulgou a lista com os 30 jogadores inscritos pelo clube na competição continental. As novidades ficaram por conta da mudança na numeração dos uniformes e também pela presença de duas novidades.

O volante Yan e do lateral-direito Daniel Guedes, que não foi inscritos no Campeonato Paulista, receberam uma nova chance com o técnico Dorival Júnior e fazem parte do grupo que jogará a Liberta. Já os zagueiros Luiz Felipe e Gustavo Henrique, que ainda se recuperam de lesões ligamentares, só deverão ser inscritos na segunda fase, caso o Santos avance.

No regulamento da Libertadores, só é permitido jogadores com os números entre 1 e 30. Por conta disso, Cleber herdou a 2, Zeca a 3, de Caju, Yuri a 5, Noguera a 6 e Copete a 18. Já o atacante Kayke fica com a camisa 11. A camisa, usada por Neymar na conquista do título continental de 2011, estava vaga desde a saída de Geuvânio, no começo de 2016.

Confira a lista e os respectivos números:

1 – Vanderlei
2 – Cleber (utiliza a 31 / A 2 é do Luís Felipe, machucado)
3 – Zeca (utiliza a 37 / A 3 é do Caju, machucado)
4 – Victor Ferraz
5 – Yuri (utiliza a 25 / Está sem dono)
6 – Fabián Noguera (utiliza a 32 / A 6 é do Gustavo Henrique, machucado)
7 – Vitor Bueno
8 – Renato
9 – Ricardo Oliveira
10 – Lucas Lima
11 – Kayke
12 – Vladimir
13 – Matheus Ribeiro
14 – David Braz
15 – Daniel Guedes
16 – Vladimir Hernandéz
17 – Rafael Longuine
18 – Copete (utiliza a 36, mas a numeração na competição vai até o 30)
19 – Léo Cittadini
20 – Jean Mota
21 – Matheus Oliveira
22 – Rodrigão
23 – Arthur Gomes
24 – João Paulo
25 – Yan
26 – Thiago Ribeiro
27 – Bruno Henrique
28 – Lucas Veríssimo
29 – Thiago Maia
30 – Leandro Donizete

Gazeta Esportiva

3 comentários:

José Natal Peixoto disse...

Gostei da inscrição do Fábian Nogueira. Acho que se o Dorival lhe der chances, ele pode se tornar um outro Ramos Delgado.

José Natal Peixoto disse...

Gostaria que o time do Santos não sofresse influências políticas, pois enquanto os interesses políticos pessoais ingressam em campo, o bom futebol se afasta e o prejuízo é do clube. Afinal de contas; quem quer disputar as eleições amam ou não amam o Santos fc? Sou advogado e em minha atividade profissional usamos um jargão: Quando a política entra por uma porta do Judiciário a justiça sai pela outra porta.

José Natal Peixoto disse...

Enquanto nossos alas ZECA e VITOR FERRAZ acham que são meias,o nosso sistema defensivo ficará debilitado. O Copete e o Vitor Bueno é que devem recuar para ajudar na marcação, enquanto o Renato fica responsável pela qualidade na saída de bola e Lucas Lima pela criação, pela penúltima bola ou bola de assistência, alimentando o Ricardo Oliveira para fazer os gols. Se jogarmos assim, ganharemos o jogo no Peru e os demais jogos do campeonato paulista.