No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Apesar da expulsão na estreia, zagueiro Cléber ainda tem "moral", garante Dorival Júnior

Algoz na derrota por 1 a 0 em casa para a Ferroviária, defensor deve continuar ocupando a vaga de titular no Peixe após cumprir suspensão


"O Cléber teve esse lance, mas foi muito bem na partida. Temos confiança nele, afirmou Dorival na coletiva após a partida (Foto: Ivo Storti/ Santos F.C.)

A partida contra a Ferroviária no sábado (18 de fevereiro) marcava duas estreias no Santos: a volta de Ricardo Oliveira, que ainda não tinha entrado em campo em 2017, e a primeira partida do zagueiro Cléber, uma das grandes contratações do time na temporada. E o defensor foi parte chave da derrota alvinegra por 1 a 0 em casa, a segunda seguida no Paulistão, já que foi expulso no segundo tempo e abriu espaço para o gol grená. Para o técnico Dorival Júnior, a expulsão complicou a partida, mas a atuação do jogador não foi de todo o mal.

“A expulsão mudou um pouco até na maneira da equipe jogar. Em seguida a Ferroviária fez o gol e tivemos que nos expor mais. A postura e o jogo mudam a partir de que você tem um jogador a menos. O Cléber teve esse lance, mas foi muito bem na partida. Temos confiança nele”, afirmou Dorival na coletiva após a partida.

Em sua estreia, Cléber vacilou em alguns momentos e entregou diversas bolas nos pés dos adversários. Foi em um lance assim, na metade do segundo tempo, que o zagueiro foi expulso. Após perder a bola sozinho no meio campo, o jogador precisou barrar o avanço do adversário e recebeu o segundo amarelo.

Dorival também pontuou a volta de Ricardo Oliveira, que chegou a marcar, mas teve seu gol anulado por posição irregular. Cansado, o atacante foi substituído na parte final do segundo tempo por Thiago Ribeiro. “Ele voltou muito bem, como sempre. Foi até o momento que deu, porque ele estava esgotado. O trabalho feito com ele não tem a mesma carga que os outros nesse começo”, comentou.

O técnico também preferiu não opinar sobre uma possível falha da arbitragem no lance de Ricardo no primeiro tempo. “Houve realmente um gol válido, mas não temos que ficar contestando, lamentando e jogando a nossa responsabilidade na arbitragem”, categorizou Dorival.

Sem perder duas seguidas em casa desde 2014, Dorival acha que a derrota para o São Paulo na quarta-feira desestruturou a equipe. “Causa sim, sem dúvida disso. Principalmente da maneira que ocorreu, com um primeiro tempo bom. Hoje foi diferente. A equipe vinha jogando bem, com confiança em campo”, analisou o treinador.

Por fim, o técnico também fez questão de elogiar a boa partida defensiva feita pela equipe de Araraquara e como isso afetou o elenco alvinegro. “A marcação foi muito forte. Temos que considerar tudo isso. De repente você vai tentando, vai gerando uma impaciência nos jogadores. Falamos muito sobre isso antes, que não se deixassem levar por essas dúvidas momentâneas em definições de jogadas. Que saiamos mais fortes”, completou o técnico do Peixe. FoxSports

Nenhum comentário: