No peito e na alma !

No peito e na alma !

sábado, 28 de janeiro de 2017

Gol de bicicleta e letra: Hernández se apresenta em vitória de 5 a 1 do Santos


Golaço e bela assistência são as credenciais do Pequeno Gigante, colombiano de 1,60m que foi o nome da vitória sobre o Kenitra, lanterna do campeonato no Marrocos

Vladimir Hernández, colombiano de 1,60m chamado de "Pequeno Gigante", precisou de 25 minutos em sua estreia pelo Santos para fazer um gol de bicicleta e dar uma assistência de letra. Sim, o adversário era fragílimo, o Kenitra, lanterna do campeonato do Marrocos, mas a ousadia nos movimentos do reforço foi o charme da goleada de 5 a 1 do vice-campeão brasileiro. 

O Santos dominou completamente o Kenitra, mas teve dificuldade de finalizar, já que os marroquinos se concentraram na entrada da área. Com intensa troca de passes no setor ofensivo, o Peixe só conseguiu abrir o placar quando Copete apelou para a individualidade. Fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou na cabeça de Rodrigão, que fez 1 a 0.

Vitor Bueno marca o segundo gol da vitória por 5 a 1 do Santos sobre o frágil Kenitra (Foto: Mauro Horita)

Vitor Bueno ampliou logo depois, após chute de Lucas Lima que desviou na zaga e deixou totalmente sem ação o goleiro Grouni Ali. No finalzinho do primeiro tempo, Vanderlei foi obrigado a defender um chute rasteiro e fez a torcida se lembrar que ele estava no Pacaembu.

Dorival Júnior iniciou o segundo tempo com planos de mudar o time inteiro aos 15 minutos. E o fez. Mas antes, Vitor Bueno fez mais um ao receber de Lucas Lima, que fez jogada individual pelo lado direito. Minutos depois, o técnico colocou o time reserva em campo com uma linha defensiva de cinco jogadores, com dois meias: Léo Cittadini e Rafael Longuine. Uma inovação.

Pouco depois, Hamza aproveitou cruzamento no meio da diferente zaga santista e, de cabeça, fez o improvável gol do Kenitra, último colocado da liga de seu país.

O melhor estava por vir: Vladimir Hernández, um dos reforços do Santos para 2017, aproveitou inércia total da zaga adversária para, de bicicleta, fazer o quarto e ser aplaudido por todo o banco. E ainda teve tempo de dar assistência esperta para Thiago Ribeiro fechar o placar.

O Peixe agora tem um gigante, e a torcida está louca para saber se ele será capaz de manter a "ousadia e alegria" no Campeonato Paulista, na Libertadores, e por aí vai. GE

Nenhum comentário: