No peito e na alma !

No peito e na alma !

domingo, 22 de janeiro de 2017

Cleber aceita 'tática suicida' de Dorival e promete usar estilo europeu



O zagueiro Cleber aceita ser o grande pivô da tática ousada que o técnico Dorival Júnior pretende utilizar no Santos nesta temporada. Isso porque treinador almeja escalar a equipe santista com somente um zagueiro para poder utilizar o volante Leandro Donizete, um dos principais reforços do time para 2017. 

A ideia de Dorival é escalar em alguns jogos três volantes – Leandro Donizete, Thiago Maia e Renato – e somente Cleber como zagueiro de origem. Cleber alega que a escalação com um apenas um zagueiro é uma tática europeia e que pode ser utilizada mesmo que o time atue com dois volantes.

"Essa tática europeia de um zagueiro e dois volantes é uma ideia boa, uma saída diferente. É opção do treinador. Ele tem vários jogadores e sabe o que é melhor para o clube, para o time, temos que acatar. Vai ser trabalho dobrado, muito muito, mas é opção e sabemos que temos qualidade em qualquer setor. O que ele escolher vamos fazer com determinação e vontade para que flua", afirmou Cleber.

O zagueiro chega com status de reforço mais caro do Santos nesta temporada. Ele custou R$ 7,3 milhões. Cleber acredita que compensará o investimento com o seu novo estilo de jogo. O atleta alega que se aperfeiçoou atuando no Hamburgo, da Alemanha, principalmente em relação a posicionamento tático e saída de bola.

"Eu jogava de forma diferente. Lá fora aprendi mais função tática, posicionamento, passe, saída de bola. É um grande fator. Fico feliz por melhorar. Espero poder aprimorar dentro de campo", disse Cleber.

"Mudaram algumas coisas de posicionamento. Trabalho tático. Algumas coisas são semelhantes. De posse de bola, campo reduzido, isso é bem importante. Não sai muito do meu cotidiano de antes. Mais ou menos a mesma coisa. Dá pra adaptar tranquilo. Comissão é maravilhosa, dá liberdade de conversar, de dar ideias", completou.

O UOL Esporte revelou nesta semana que Dorival Júnior compartilhou a estratégia para o presidente Modesto Roma e outros dirigentes do clube com a intenção de dividir a responsabilidade.

Dorival explicou que pretende testar o esquema com apenas um zagueiro no Campeonato Paulista e, se for aprovado, repetirá em jogos estratégicos na Copa Libertadores da América.

Nenhum comentário: