No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Técnico mais antigo da Série A, Dorival contesta demissões de colegas





O técnico Dorival Júnior assumiu o comando do Santos apenas no ano passado, mas pode se vangloriar hoje de ser o técnico há mais tempo no cargo dentre os clubes da Série A do Brasileiro. Poderia, na verdade, já que o treinador considera o fato de alguém que iniciou o trabalho há pouco mais de uma temporada ser o mais longevo da elite nacional algo a se lamentar.

"Não fico satisfeito em ser o técnico com maior tempo no cargo, cometemos o mesmo erro no futebol brasileiro, mesmo depois do que aconteceu na Copa do Mundo de 2014. Ainda colocam toda a culpa no treinador", disse o comandante, em entrevista à Rádio Globo, ressaltando a dificuldade em fazer um bom 2016 com o Peixe.

"O Santos fez um ano muito regular, principalmente se formos pensar que tivemos que mudar muito o time, ora por convocações para a seleção, ora por lesões. Acho que hoje o torcedor tem confiança no time e não tenho dúvidas que estamos preparados para buscar algo ainda melhor", avaliou.

"Foram muitas dificuldades e conseguimos disputar o campeonato (Brasileiro) até o fim. Em um momento importante, perdemos o Gabriel e tivemos duas lesões de joelho com nossos zagueiros titulares e ainda assim mantivemos a regularidade", continuou Dorival, se colocando entre os principais treinadores do país devido às conquistas recentes.

"Todas as equipes que consegui montar, desde o Figueirense, a primeira equipe que treinei, abrindo em 2004, depois aconteceu com Fortaleza, Sport, São Caetano, em todos esses times consegui a conquista do título ou chegamos à fase final. Acho que o único ano que não tive possibilidade de disputa foi no Vasco. Depois que saí do Santos em 2010, comecei a pegar equipes em outra condição, você fica no mercado", observou.

Nada, porém, chegou perto da equipe montada em 2010, campeã do Paulista e da Copa do Brasil, ano da "explosão" de Paulo Henrique Ganso e Neymar. "Eu tive identificação em várias equipes, mas com o Santos é um pouco maior pela montagem daquela equipe de 2010", concluiu. ESPN

Nenhum comentário: