No peito e na alma !

No peito e na alma !

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Sem receber propostas, Santos confia em permanência do elenco para 2017

Peixe sabe que jogadores como Zeca, Thiago Maia e Lucas Lima atraem interesse, mas ainda não foi procurado de forma oficial e crê em base mantida

O presidente do Santos, Modesto Roma, costuma dizer que um clube de futebol não se mantém sem uma ou duas grandes vendas ao longo de uma temporada. Neste ano, por exemplo, o Peixe negociou Geuvânio e Gabigol. Para 2017, porém, há a ideia de que nenhum atleta titular seja liberado. Ao menos no primeiro semestre.

O Peixe está otimista porque não recebeu qualquer proposta oficial nos últimos dias. A diretoria sabe que jogadores como Zeca, Thiago Maia e Lucas Lima atraem interesse e ofertas podem chegar, mas tem como objetivo manter a base da equipe, principalmente em ano de Libertadores da América.

Em 2016, o Alvinegro fez boa campanha e foi vice-campeão brasileiro, mas sofreu após perder Gabigol e Geuvânio. Naturalmente, o time demorou para engrenar e perdeu pontos preciosos. Para ano que vem, se os titulares ficarem e os reforços derem certo, as chances de um desempenho ainda melhor aumentam. 

O Santos não tem os cofres cheios, mas já teve situação financeira muito pior. Em melhores condições, o clube entende que pode recusar propostas pelos principais atletas e contratar bons jogadores. Se for para fazer caixa, a previsão é de negociar atletas que compõem o elenco, como Caju, Daniel Guedes e Alison, que são novos e têm bom mercado. 

Mudança de patamar

Se em dezembro de 2015, o Peixe negociava empréstimos de Paulinho e Joel, agora o clube mostra força no mercado e já trouxe três atletas: o zagueiro Cleber, o lateral-direito Matheus Ribeiro e o atacante Vladimir Hernández.

A negociação por Cleber é exemplo de que o Alvinegro está disposto a atender aos pedidos do técnico Dorival Júnior e trazer jogadores importantes. O defensor estava na mira também de Flamengo e Atlético-MG e foi contratado por R$ 7,3 milhões.

Ambicioso, o Santos se interessa por nomes como Robinho e Cazares, do Atlético-MG, Valdívia e Nico López, do Internacional, e Gabigol, do Internazionale. O clube procura parceiros para viabilizar as contratações e não aumentar o teto e a folha salarial. Globoesporte.com

Nenhum comentário: