No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Santos quer usar 'receita' de Oliveira para acertar com novo centroavante


Comissão técnica e diretoria querem centroavante para suprir possíveis ausências de Ricardo Oliveira em 2017 nos moldes do 'bom e barato' e sonda até Luis Fabiano
Estar classificado para a Libertadores de 2017 faz o Santos querer aumentar o elenco, mas não significa que o clube aceite gastar mais. Além de zagueiros e atacantes que joguem pelos lados, a comissão técnica e a diretoria decidiram que a contratação de mais um centroavante é necessária.

O departamento de futebol do Peixe acredita que Ricardo Oliveira precisará ser poupado de algumas partidas da próxima temporada, tendo em vista que o time terá maior número de jogos por conta da Liberta e que o camisa 9 sofreu com dores no joelho direito durante toda a temporada.

Além disso, o reserva imediato da posição, Rodrigão, apresentou queda de produção após ter feito gols em jogos importantes, como contra Fluminense e São Paulo, e já gera dúvidas na torcida. Na temporada, o camisa 22 fez quatro gols em 20 jogos.

Um nome de peso que já foi sondado pelo Alvinegro é o de Luis Fabiano, ídolo do São Paulo, que está com 36 anos e em fim de contrato com o Tianjin Quanjian, da China. Porém, o Santos quer adotar a mesma fórmula que utilizou para contratar Ricardo Oliveira no começo de 2015, pagando R$ 50 mil mensais em um contrato de três meses, que funciona como um período de experiência.

O ex-centroavante São Paulino, contudo, não tem interesse de voltar ao Brasil no momento e conversa com equipes da Europa. Recentemente, o Vasco e até a Ponte Preta, clube que o revelou para o futebol, demonstraram interesse nele.

Nomes como o de William Pottker, da Ponte Preta e o de Felipe Garcia, do Brasil de Pelotas, chegaram a ser discutidos na Vila Belmiro, mas não empolgaram a princípio.

A ideia é manter os moldes utilizados com o atual camisa 9 e gastar pouco para uma nova aquisição, independentemente do nível do atacante. Rodrigão, que estava no Campinense, da Paraíba, custou cerca de R$ 1,5 milhão aos cofres santistas. Lancenet

Nenhum comentário: